Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Botafogo’ Category

selecao-da-rodada73

Bruno – Flamengo

Simplesmente pegou dois pênaltis no duelo contra o Santos, ambos de Ganso, e garantiu a vitória rubro-negra.

Figueroa – Palmeiras

O chileno já está firmado na lateral-direita do alviverde. Com uma bela batida na bola, o jogador cruzou duas vezes para os gols que deram o empate no clássico contra o Corinthians.

Miranda – São Paulo

Depois de atuações recentes abaixo do seu potencial, o zagueiro voltou a jogar bem e mostrar segurança no setor defensivo do Tricolor, sendo um dos principais responsáveis por parar o ataque do Barueri.

Juninho – Botafogo

Além de ter marcado mais um de seus gols de falta, em bela cobrança, o zagueiro fez bem sua função comandando a zaga do Fogão.

Eltinho – Avaí

Um dos principais jogadores do elenco avaiano, o lateral-esquerdo deu trabalho ao lado direito da defesa do Furacão, além de ter participado com efetividade na defesa.

Adílson – Grêmio

Apesar de ter perdido por 2 a 0 para o Santo André, o jovem volante Tricolor teve bela atuação, mostrando que deverá ter futuro promissor.

Ricardinho – Atlético Mineiro

O pentacampeão mundial comandou o meio do campo do Galo na bela vitória sobre o Goiás, criando as melhores jogadas e ainda deixando o seu nas redes de Harlei.

Defederico – Corinthians

Mesmo ainda sem mostrar o futebol esperado em sua chegada, o argentino conseguiu se destacar no clássico contra o Palmeiras, sendo o responsável pelos passes que deixaram Jorge Henrique e Ronaldo na cara do gol.

Marcelinho Paraíba – Coritiba

Principal jogador do Coxa, mais uma vez chamou a responsabilidade para levar o time à vitória e conseguiu. Infernizou a defesa do Vitória e ainda deu a assistência para o gol de Pereira.

William – Avaí

O atacante chegou ao seu oitavo gol no Brasileirão em grande estilo, com uma bela bicicleta que ajudou o Avaí a bater o Atlético Paranaense.

Fred – Fluminense

O atacante não se importou de estar enfrentando seu ex-time e foi o principal nome em campo, balançando as redes duas vezes.

Técnico: Cuca – Fluminense

Depois de ver sua equipe sair perdendo por 2 a 0, o treinador conseguiu mudar o rumo do jogo durante o intervalo com as entradas de Tartá e Digão e a alteração do 4-4-2 para o 3-5-2, que levou o Tricolor à virada e aos três pontos.

Craque da rodada

bruno-flamengo

Bruno - Flamengo

Anúncios

Read Full Post »

selecao-da-rodada7

Felipe – Corinthians

O arqueiro salvou o Timão de um empate ou até de uma derrota no Pacaembu fazendo, no mínimo, três belíssimas defesas, em lances de reflexo no primeiro tempo.

Patrick – Náutico

Só não infernizou mais Marcão e Willians pela direita da defesa alviverde, pois ambos desistiram de marcá-lo em certo ponto da partida.

Réver – Grêmio

Levando vantagem em todas as jogadas aéreas, o zagueiro gremista não só fez um gol como conseguiu parar diversos ataques dos corintianos, evitando uma derrota pior.

Cláudio Luiz – Náutico

O zagueiro abriu caminho para a vitória do Náutico sobre o líder Palmeiras, com um gol logo aos seis minutos. Além disso, ajudou o goleiro Gledson anão tomar gol.

Márcio Careca – Barueri

Uma das gratas surpresas deste Brasileirão, o Barueri venceu novamente e Márcio Careca foi um dos grandes responsáveis pela vitória ao marcar um gol e dar uma assistência.

Willians – Flamengo

Como um verdadeiro cão de guarda, roubou sete bolas no duelo contra os são paulinos. Uma das principais causas do tricolor paulista ter finalizado tão pouco no sábado.

Petkovic – Flamengo

Com um gol de muita classe e experiência e um passe primoroso para o segundo gol, o meio campista liderou o Flamengo a mais uma rodada sem derrota

Caio – Avaí

Substituindo bem o capitão Marquinhos, o meia do time catarinense participou dos dois gols da equipe contra o Botafogo.

Victor Simões – Botafogo

Entrou no intervalo do jogo, quando o Bota perdia por 2 a 0 e sua estrela brilhou. Em cobranças de falta, a bola sobrou para o atacante, que marcou duas vezes e salvou o Botafogo de uma derrota.

Ronaldo – Corinthians

Fez uma de suas melhores partidas no Brasileirão. Mesmo acima do peso, deu diversos dribles, fez um gol de longe e construiu a jogada toda do segundo gol, marcado por Elias, foi o homem do jogo.

Bruno Mineiro – Náutico

Sempre oportunista, o atacante foi outro responsável pela vitória do Timbu sobre o Palmeiras, ao marcar dois gols.

Técnico – Geninho – Náutico

Protagonizou o resultado mais inesperado da rodada. O seu Náutico fez três a zero no poderoso Palmeiras. Soube armar o time para enfrentar o líder.

Craque da Rodada:

Ronaldo, Corinthians

Read Full Post »

longe-do-gol-brunobonsantiNo dia 29 de maio deste ano, os presidentes dos quatro grandes clubes paulistas reuniram-se no Hotel Recanto dos Alvinegros, anexo ao CT Rei Pelé em Santos. A idéia era fazer a reunião que daria o pontapé inicial a uma organização chamada G4, na qual Corinthians, São Paulo, Santos e Palmeiras uniriam forças para fortalecer a marca dos quatro times.  A reunião foi um sucesso e seria repetida outras vezes, havendo um revezamento de anfitriões.

O problema é que essa ótima idéia, que consistia em melhorar os acordos de TV, trocar informações administrativas e de marketing, valorizar os clássicos paulistas e até, pasmem, determinar um teto salarial para jogadores e treinadores, morreu pouco tempo após nascer.

Houve outra reunião, na semana passada, dessa vez promovida por Luiz Gonzaga Belluzzo, e tudo corria bem, até quinta-feira, quando o presidente palmeirense criticou o santista, usando, inclusive, palavras como mesquinho e incorreto. Segundo o economista, Marcelo Teixeira havia prometido liberar mil ingressos para o clássico entre Santos e Palmeiras na capital. O fato é que apenas 500 foram liberados, o que desencadeou a fúria do alviverde.

E há outras brigas internas também. Andres Sanchez,  depois de admitir voltar a jogar no Morumbi na primeira reunião, reiterou a antiga posição de não usar o estádio são paulino enquanto ele for presidente em declaração feita na festa de 99 anos do Corinthians. O presidente alvinegro está entrando por um caminho, no qual muitas coisas interessantes ao clube não acontecerão enquanto ele sentar na cadeira presidencial.

Essa atitude infantil e amadora prejudica tanto o São Paulo, que perde seu principal inquilino, quanto o Corinthians que, caso chegue à final da Libertadores, será obrigado a jogar para 30 mil pessoas no Pacaembu – isso se a Conmembol aceitar – ou em algum estádio interiorano.

Evidentemente ninguém pode cobrar do torcedor que ele se una aos seus rivais, embora o melhor fosse que todos soubessem as diferenças entre rivalidade e inimizade. Entretanto, os dirigentes devem comandar seus clubes com a razão, e não com o coração. Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Santos devem brigar apenas dentro do campo, pois fora dele é imprescindível que os quatro trabalhem juntos para melhorar primeiro o futebol paulista, e depois o brasileiro. Esse amadorismo é justamente o que impede o nosso futebol de atingir o grande potencial que tem.

Em terra de cego…

Falando em amadorismo, a diretoria do Internacional demitiu o técnico Tite para contratar Mario Sérgio. Eu não sou dos que acham que o colorado é a grande decepção do ano. Esse posto será eternamente do Fluminense. O time gaúcho venceu o Campeonato Gaúcho invicto, chegou à final da Copa do Brasil e saiu das quatro primeiras colocações apenas na última rodada. Vencer campeonatos é exceção e não pode ser cobrado de nenhum time.

Fernando Carvalho já havia declarado que não conhece nenhum caso em que a troca de treinadores tenha sido preponderante para a conquista do título, mas agora, faltando apenas 11 rodadas, traz um treinador, que entende muito de futebol, mas nunca fez uma campanha digna de registro nos pontos corridos.

Ele mudou de idéia e acha que essa mudança pode levar o colorado ao tetracampeonato? Ou simplesmente já desistiu? Na verdade é simplesmente sábio ditado. A diretoria do Internacional enxerga um pouco melhor que as outras, fato que, no Brasil, não quer dizer muita coisa.

Enquanto isso..

Por outro lado, palmas a Mauricio Assumpção, presidente do Botafogo.  Ele havia combinado com o seu equivalente na gávea, Delair Dumbrosk, que dividiria a carga de ingressos no clássico entre as equipes no Engenhão, caso ela fosse igual também no Maracanã, como aconteceu. O conselho do glorioso vetou a igualdade dos ingressos, mas Assumpção bateu o pé e cumprirá sua promessa. Por essa, e por outras, que eu torço para que o Botafogo não caia.

Read Full Post »

selecao-da-rodada7

Carini – Atlético Mineiro

O arqueiro uruguaio teve bela atuação no Mineirão, inclusive defendendo pênalti cobrado pelo veterano Basílio.

Nei – Atlético Paranaense

Mais uma vez na Seleção da Rodada, o lateral é uma das principais armas do Furacão. Diante do Corinthians, foi firme na marcação e, como sempre, apoiou bem o ataque.

Pereira – Coritiba

O zagueiro pode não ser um primor na técnica, mas mostra raça e, contra o Internacional, teve essa característica como sua principal qualidade.

Danilo – Palmeiras

Pela segunda semana seguida, o zagueiro aparece por aqui. Desta vez não marcou gol nem deu assistência, mas atuou bem e mais uma vez salvou um gol feito, em tentativa de Madson.

Fininho – Sport

O ex-corintiano só jogou devido a ausência do titular Dutra, mas conseguiu mostrar futebol para sair do banco e estrelar a Seleção da Rodada. Além de dar trabalho para o lado direito gremista, anotou seu gol.

Valência – Atlético Paranaense

O colombiano tomou conta do meio de campo no Pacaembu. Com marcação forte, foi essencial para o setor defensivo paranaense.

Correa – Atlético Mineiro

O jogador parece ter caído como uma luva no elenco do Galo. Com boa qualidade técnica, e chute na bola diferenciado, vive assustando as defesas rivais. Contra o Barueri, fez o segundo do time em bela cobrança de falta.

Paulo Baier – Atlético Paranaense

O incansável atleta sempre se destaca em jogos de maior importância, e principalmente nos que envolvem os rivais do seu ex-time Palmeiras. No sábado, calou o Pacaembu logo no começo de partida.

Diego Souza – Palmeiras

Tido por muitos como o craque da competição, o camisa 7 mais uma vez mostrou a razão de ser convocado por Dunga. Foi o principal nome alviverde, empatando a partida, dando assistência para outro e iniciando a bela jogada do terceiro gol.

Adriano – Flamengo

Simplesmente resolveu o clássico Fla-Flu para os rubro-negros. Dois gols em um Maracanã lotado.

André Lima – Botafogo

O atacante se sente bem com a camisa do Fogão, e surpreendeu junto com seu time neste domingo. Em pleno Serra Dourada, ajudou na construção da vitória, dando trabalho à defesa adversária e anotando um belo gol.

Técnico: Ricardo Gomes – São Paulo

O treinador Tricolor continua calando a boca dos que criticaram sua contratação. Mesmo com desvantagem numérica de jogadores, seu time mostrou força suficiente para bater o Náutico em pleno Aflitos. Mais uma vez, acertou em substituições.

Craque da rodada

adriano-flamengo2

Adriano - Flamengo

Read Full Post »

Cruzeiro

A Raposa teve tudo neste último meio de semana para vencer o líder Palmeiras Mesmo com a situação delicada envolvendo o gladiador Kléber – que foi à uma festa promovida pela principal torcida do Verdão -, a equipe azul celeste quase saiu de campo com os 3 pontos. Porém, se o atacante cavava uma possível saída de BH, o presidente do clube, Zezé Perrela promete melar os sonhos do matador. Isso porque, durante a semana, Perrela afirmou categoricamente que o jogador permanece no plantel, mesmo sem o menos clima. Vamos ver como será atuação dele contra o Barueri, hoje, às 18h30min, em Barueri, pela vigésima sexta rodada do Nacional

Flamengo

Os médicos do Flamengo confirmaram ser grande a possibilidade do técnico Andrade contar com o Imperador Adriano diante do Inter, neste domingo,  no Beira-Rio, pela vigésima sexta rodada do Brasileirão. O atacante, que havia sentido dores na coxa direita a última sexta, deve mesmo ser escalado, apesar de Andrade não revelar o time titular.

Botafogo

O Fogão espera buscar forças na boa campanha desempenhada na Copa Sulamericana para sair do fundo do poço no Brasileirão. A equipe do técnico Estevam Soares enfrentará o Vitória, amanhã, às 18h30min, no Engenhão. Durante a semana, a possível volta de Dodô à General Severiano animou o comandante alvinegro. O atacante, que ainda cumpre pena por uso de doping até o dia 7 de novembro, é o sonho de consumo da diretoria para 2010.

Avaí

O Avaí viajará até o Rio para pegar o virtualmente rebaixado Fluminense. Mesmo mlhor na competição, os comandados de Silas espatam o rótulo de favoritos e pregam respeito ao adversário. Marquinhos, camisa 1o da equipe, minimizou as declarações feitas pelo elenco tricolor referindo-se ao jogo deste domingo como “o ínicio de uma virada no torneio”. Se vencer, o Avaí ficará a cinco pontos do G-4.

Read Full Post »

Cruzeiro

Após a excelente vitória fora de casa contra o Inter, por 3 a 2, pela vigésima quarta rodada do Nacional-09, a Raposa parece ter reecontrado a paz. Gilberto, agora atuando na meia e com a camisa 10 da equipe, vem dando o toque de qualidade que faltava ao meio campo do Cruzeiro. Na próxima rodada do Brasileirão-09, os comandados de Adilson Batista encaram o atual líder da competição, o Palmeiras, no Mineirão. Fabrício, na última sexta-fera, volante da equipe azul-celeste soltou o verbo contra o meia alviverde Diego Souza: “Quando não dá na bola, ele vai no soco”. É promessa de jogo quente em Minas!

Flamengo

Melhor equipe carioca no Brasileirão-09, o Rubro-negro da Gávea vai em busca de mais uma vitória, para, quem sabe, se aproximar do G-4. Com Adriano em ponto de bala, o Flamengo espera, neste domingo contra o Coxa, no Maracanã, quebrar o recorde de público das 4 divisões do Nacional (atualmente esse recorde é do Vasco, maior rival do Fla). Marcelinho Paraíba, agora no Coritiba, promete ser o carrasco de seu ex-clube. São muitas as promessas para o “maior do mundo” nesta vigésima quarta rodada do Brasileirão-09.

Botafogo

Aleluia! Estevam Soares ganhou sua primeira partida no comando do Fogão, após dez jogos à frente da equipe. O resultado foi na Copa Sulamericana, contra o Atlético/PR, no Engenhão. Porém, no Brasileiro-09, a situação da equipe não é das melhores. Na zona da degola, o time de General Severiano enfrentará o Santos, neste domingo, na Vila, e promete “esquecer” por um momento a competição continental.

Av

A equipe do técnico Silas, após mais uma derrota no Brasileirão-09, desta vez para o São Paulo por 2 a 0, começa a olhar para a parte debaixo da tabela. Com 34 pontos e na décima colocação do campeonato, o Leão da Ressacada parece ter perdido o folêgo e a condição de sensação do torneio. Neste domingo, jogando em casa contra o Barueri, os catarinenses poderão contar com a volta do matador William, que se recupera de uma lesão na mão. Preocupado com o rendimento de sua  equipe nas bolas aéreas, Silas treinou à exaustão jogadas desse tipo nesta semana.

Read Full Post »

E agora, José

“Do Leme ao Pontal” passo por Copacabana,

Olha eu aqui de novo, pra mais uma semana!

Hoje o assunto é o Tricolor e o seu “ano do fiasco…”

Em 2010, já é quase certo, vai pegar a vaga do Vasco!

A Série B é realidade, só um milagre de Jesus…

Mas a torcida acredita: “no fim do túnel ainda há luz!”

Com um Conca solitário e um time meio incerto

A equipe aposta o que tem no capitão Luiz Alberto

A zica é tão grande que são poucas as certezas…

De certo só há mesmo a má fase do Kieza

Só que o problema lá no Flu tá mesmo no salário…

Alguns sempre recebem e outros ficam como otários!

O exemplo primoroso desse fato é o Fred,

Que recebe sempre em dia por que é da Unimed!

Mas agora falaremos de um clássico do futebol

Que era jogado no Maraca, aos domingos e com sol!

O futebol era mais solto, moleque, mais menino!

O Botafogo tinha o Erasmo e o Fluminense o Rivelino

Porém o jogo foi marcado pr’um Engenhão pouco lotado,

Botafoguense à esquerda, tricolores do outro lado

Pra quem achava que a partida seria “um alívio”

Foi ao estádio e, infelizmente, viu só um empate pífio!

O duelo foi ruim, uma péssima partida

A segundona, pr’os dois times, é a única saída!

Pois as duas equipes estão à espera de um milagre,

Mas, nos dois elencos, só há cabeças de bagre!

O primeiro tempo foi triste, ruim… socorro!

No vestiário os jogadores levaram muito esporro!

Por que no segundo tempo o duelo foi mais rápido,

Os treinadores optaram por mexer no esquema tático

O Flu foi pra cima, precisava da vitória,

O Bota não ficou atrás, tem a “segunda” na memória!

E também partiu pro ataque, na base do “eu quero”

Mas o placar ficou na mesma: um grande zero a zero.

E no final do encontro um grande “vai tomar caju”

Foi entoado pelas “massas” do Bota e do Flu!

Read Full Post »

Older Posts »