Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Flamengo’ Category

Bruno – Flamengo

Com bela defesas, o arqueiro rubro-negro conseguiu evitar as chances de ataque do Náutico, em pleno Aflitos, e saiu de campo sem ter que buscar a bola em suas redes.

Leonardo Moura – Flamengo

O lateral-direito está voltando a jogar o seu bom futebol, e o jogo contra o Timbú foi a prova disso. Com muita velocidade, infernizou o lado esquerdo da zaga pernambucana.

Émerson – Avaí

O zagueirão avaiano mostrou segurança diante do ataque corinthiano, não deixando Ronaldo levar perigo ao goleiro Eduardo Martini.

Digão – Fluminense

Mais uma vez o jovem zagueiro Tricolor aparece por aqui. Com muita raça e força física, o jogador ganhou a maioria das bolas que dividiu, tanto por baixo quanto pelo alto.

Kléber – Internacional

O lateral-esquerdo não se incomodou de jogar contra o seu ex-time e fez uma bela partida no Beira-Rio, apoiando o ataque sem deixar um grande corredor em seu setor.

Adílson – Grêmio

O jovem volante gremista sentiu-se à vontade no Mineirão e conseguiu ser um primeiro bloqueio defensivo eficiente diante do ataque cruzeirense.

Léo Gago – Avaí

O meiocampista avaiano é uma das principais revelações do campeonato e diante do Corinthians fez uma bela partida. Além de ter sido o principal desarmador do jogo, ainda anotou um golaço.

Hernanes – São Paulo

O meiocampista comandou o Tricolor no duelo contra o Vitória. Impôs seu ritmo em campo e foi essencial no segundo gol, quando roubou a bola e cruzou para Hugo completar às redes.

Maicon – Fluminense

A jovem promessa Tricolor mais uma vez foi crucial para a vitória do seu time. Com habilidade e muita velocidade, deu trabalho à defesa adversária e ainda deixou o seu tento.

Val Baiano – Barueri

O atacante simplesmente decidiu a partida com seus três gols, não dando chances ao ameaçado Botafogo.

Adriano – Flamengo

O Imperador foi o melhor em campo nos Aflitos, chamando a responsabilidade, trombando pela bola, chutando ao gol sempre que tinha a oportunidade, e ainda deixando o seu gol.

Técnico: Luís Carlos Goiano – Barueri

Montou bem sua equipe com trêz zagueiros e os velozes Bruno Ribeiro e Márcio Careca nas alas. Não deu chances ao Botafogo, que nem ameaçou o goleiro Renê, e conseguiu bela vitória por 3 a 0.

Craque da rodada

Val Baiano - Barueri

Anúncios

Read Full Post »

São paulinos, palmeirenses e atleticanos, por favor, não deixem de ler esta coluna pelo título dela. Não estou querendo dizer que o Fla seja campeão, e nem torcendo por ele aqui. Porém, não se pode deixar passar a data de 17 de novembro. No dia de hoje, completam-se 114 anos da fundação do Clube de Regatas do Flamengo. A data oficial de fundação foi, depois, alterada para o dia 15 de novembro, para ficar junto com a Proclamação da República e o aniversário do clube ser comemorado em um feriado nacional.

O clube foi fundado no ano de 1895, por um grupo de amigos da praia mais movimentada do Rio de Janeiro, a praia que, hoje, tem mais fama por levar o nome do time com a maior torcida do Brasil. Como era comum na época, o clube não foi fundado para participar de campeonatos de futebol. A paixão naquele final de século era o remo. Principalmente em uma cidade praina, como é a Cidade Maravilhosa.

O futebol no Flamengo só teve início em 1911. O esporte bretão já havia virado febre no país antes, e os torcedores flamenguistas de regatas iam assistir às partidas do rival Fluminense. Entretanto, após alguns desentendimentos, jogadores do Flu foram ao Flamengo e o clube decidiu começar um departamento de esportes terrestres, começando assim, a saga do futebol no Mengão. Logo na primeira partida oficial do rubro negro, o time venceu e convenceu. Uma goleada por 16 a 2 sobre o Mangueira. Não havia como começar melhor a história flamenguista no futebol.

Depois de muitos anos de história, glórias e títulos, o grande momento da história do time das multidões foi na década de 80. Naqueles anos, o time contou com o maior ídolo de sua história, o Galinho Zico. Em uma década, o time conseguiu um recorde de conquistar quatro títulos nacionais em dez anos, feito que ninguém quebrou ainda. O mais próximo disto é o São Paulo que, caso seja campeão este ano, igualará o rubro negro. Além disso, o clube venceu, em sua primeira participação, a Taça Libertadores da América e já se sagrou campeão mundial no mesmo ano.

Além de Zico, outros grandes craques passaram pelo Flamengo ao longo de seus 144 anos. Destaque para Romário, Paulo César “Caju”, Gérson, Fio Maravilha, Bebeto, entre muitos outros.

Atualmente, os grandes craques da equipe e ídolos da torcida são o meio campista sérvio Petkovic e o atacante Adriano. Com os dois, o Fla busca neste ano o título brasileiro, feito que não consegue desde 1992. Entretanto, vencendo ou perdendo, o Flamengo sempre será um dos clubes mais importantes do Brasil.

Read Full Post »

selecao-da-rodada7

Eduardo Martini – Avaí

Decisivo em várias partidas dos avaianos neste ano, o goleiro apareceu mais uma vez muito bem e não deixou que sua rede fosse balançada contra o Vitória.

Jucilei – Corinthians

Deslocado mais uma vez para a lateral-direita, o jovem talento alvinegro continua mostrando que tem futuro promissor.

Digão – Fluminense

Com muita raça, o zagueirão Tricolor não aliviou para o ataque palmeirense e não deixou que o goleiro Rafael levasse muitos sustos no Maracanã.

Leonardo Silva – Cruzeiro

Apesar de um mal início de partida, o zagueiro cruzeirense melhorou ao decorrer do relógio e até chegou a marcar o gol de empate da Raposa na Ilha do Retiro.

Márcio Careca – Barueri

Principal válvula de escape do time, o jogador mais uma vez abusou de suas subidas ao ataque e, diante do Internacional, ainda foi o responsável por abrir o marcador.

Maldonado – Flamengo

Volante que já atuou no Cruzeiro, sentiu-se bem no Mineirão contra o ex-rival Atlético Mineiro. Conseguiu proteger bem o setor defensivo e ainda apareceu como elemento surpresa para deixar seu gol.

Marquinhos Paraná – Cruzeiro

O meiocampista tomou conta do meio de campo na Ilha do Retiro, ajudanto tanto na defesa como no ataque.

Gilberto – Cruzeiro

Mais uma vez o veterano meiocampista conseguiu se destacar e comandar a Raposo rumo à virada sobre o Sport.

Madson – Santos

O baixinho entrou em campo apenas na segunda etapa, mas foi o suficiente para infernizar a defesa do Timbú e ainda dar assistência para Neymar marcar.

Neymar – Santos

Outro que foi à campo na segunda etapa, decidiu a partida em favor do Peixe. Fez dois belos gols, esbanjando habilidade.

Ronaldo – Corinthians

O atacante corintiano parece querer estar na África do Sul em 2010. Mostrou grande movimentação, deu uma assistência para Dentinho e ainda marcou um golaço de canhota.

Técnico: Vanderlei Luxemburgo – Santos

Apesar de ter errado na formação inicial do time, soube consertar no segundo tempo, colocando Neymar e Madson em campo, que foram os grandes responsáveis pela vitória santista.

Craque da rodada

neymar-santos-x-nautico

Neymar - Santos

Read Full Post »

e-agora-jose3

Estamos aqui de novo, pra não morrer de rir,

O Fla foi à São Paulo pegar o Barueri.

Time bom em ascensão conta com o Val Baiano,

Artilheiro, matador, assim como o Adriano.

Que não brilhou nessa rodada, mas isso não se repete,

Quando ele tem ao seu lado o seu parceiro Pet.

Lesionado não jogou esse bom de bola gringo

Talvez só esteja bem lá pelo próximo domingo.

O que não adianta muito, pois no sábado há o Santos,

Peixe afogado, ruim como outros tantos.

O jogão é no Maraca e promete ser bem quente,

Mas o Andrade vem sofrendo com problemas recorrentes

O Juan tá insatisfeito, já reclamou com o seu técnico,

Atitude que demonstra que ele é um tanto antiético.

Ao sair do jogo pra entrada do Toró,

Reclamou publicamente, um gesto de dar dó.

Já no jogo, eu confesso, que fui surpreendido,

A Abelha abriu o placar com um gol impedido.

Thiago Humberto recebeu e, após belo lance,

Passou pra Val Baiano que não perdeu a chance.

O Flamengo foi pra cima, meio desesperado,

Já que o Andrade pôs o Eric no lugar do Maldonado.

O time era incisivo, mas ficou aberto,

E deu muito espaço pro bom meia Thiago Humberto.

Após bela jogada ele passou pro companheiro,

Que, sozinho dentro da área, não perdoou o goleiro.

Ewerton era o nome do autor daquele tento,

Furou a zaga inteira e gritou “eu arrebento”

Com Zé Roberto pelo meio a equipe ganhou mobilidade

Tentou de todo jeito, mas não houve novidade,

Há a especulação de mala branca do Cruzeiro,

Que teria incentivado a Abelha com dinheiro!

O placar ficou na mesma, uma vitória incontestada,

Que poderia ser maior, verdadeira goleada!

Read Full Post »

longe-do-gol-brunobonsantiSemana passada falei de um Teixeira, hoje falo de outro. O Marcelo, presidente do Santos, muito mais perdido do que o seu homônimo da CBF. A princípio, anunciou que não se candidataria a mais uma reeleição. Sua idéia era fazer o sucessor e voltar em 2012, ano do centenário do clube.

O problema, caros leitores, é que Teixeira não goza mais do mesmo prestígio de anos passados. Dinheiro gerado com a venda da brilhante geração de 2002 torrado, manobras escusas para reeleger-se, proximidade estranha com Vanderlei Luxemburgo e Fábio Costa, tudo isso fez com que o longevo mandatário alvinegro perdesse força na Vila Belmiro. Claro, todos os argumentos apoiados nas más campanhas que a equipe vem fazendo nos últimos anos.

Com os dólares de Robinho, Diego, Elano e cia bela, o Santos deveria ter estabilizado-se como um dos times que estão sempre brigando pelo título. Desde então, entretanto, o peixe soma apenas dois Campeonatos Paulistas, um vice-campeonato brasileiro em 2007, muito longe do campeão São Paulo, e uma semi-final de Libertadores.

Algumas más decisões fizeram a verba evaporar. Somente com as rescisões de Claudio Pitbull, Giovanni, o Messias, e Luizão, no inicio de 2006, R$ 10 milhões foram embora. Em seguida, contratou Zé Roberto a peso de ouro. Evidentemente que o meia deu outro calibre ao time santista, entretanto os resultados não foram satisfatórios. Além de, claro, manter Vanderlei Luxemburgo na sua folha de pagamento por dois anos e meio.

Voltando às eleições, atualmente, dos mais de 10 mil votantes, Marcelo só tem certeza que pouco mais de 3 mil votarão nele. Quatro mil são novos, e ninguém teve o trabalho de fazer uma pesquisa de opinião para saber em que lado estão, porém, tendo em vista os gritos da torcida após as partidas – os torcedores não votam, mas sem dúvida influenciam – dificilmente os votos irão para as bandas da situação.

Vendo que dificilmente faria seu sucessor, Teixeira mudou de ideia e decidiu candidatar-se. Fez reunião com os opositores, tentando chegar a um consenso que levaria à chapa única. Não conseguiu. Na festa de anúncio poucas pessoas compareceram, deixando os situacionistas com aquela pulga atrás da orelha. O presidente, evitando uma provável derrota, deve retirar a candidatura.

O candidato da oposição é Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro. Autoridade brasileira no mercado de imóveis, presidente de diversas multinacionais, além de ter experiência com a administração de orçamentos do Banco Central. É conselheiro do clube há 17 anos.

Ele tem currículo, mas, quem quer que seja, a mudança de comando é boa para o Santos. Inegavelmente Teixeira tem méritos no bi-campeonato brasileiro do inicio do século, mas já está na hora de largar o osso. Seus co-irmãos paulistas recentemente depuseram os ditadores e estão começando a organizar-se. Para não ficar atrás, é imprescindível que o alvinegro praiano comece logo sua renovação.

Ironias

A direção do Palmeiras fez tudo certo este ano. Brigou com a parceira para manter seus principais jogadores que, ironicamente, acabaram ficando fora de combate por outras razões. Trouxe o técnico tricampeão brasileiro, em um processo bem conduzido, além de repatriar Vagner Love, a contratação mais tentada das últimas temporadas, e que apenas colecionava fracassos. Mesmo assim, pode perder o título, apesar de ter liderado boa parte do campeonato. Algumas vezes, um bom trabalho da direção não é suficiente. Em 2009, pode até ser, mas o alviverde precisa voltar a vencer.

Ironias (2)

Já o Flamengo fez tudo errado. Atrasou salários, contratou o aposentado Adriano, que retribuiu faltando a diversos treinamentos (três, segundo ele), além da piada pronta que foi a volta de Petkovic. Também tivemos o afastamento do presidente Márcio Braga por questões médicas, brigas entre a diretoria de futebol, que culminou com a saída de Kleber Leite, e uma lentidão crônica até, finalmente, efetivar Andrade no cargo de treinador. E ainda é ano de eleição.

Ufa. Com tudo isso, o rubro-negro briga pelo título, com boas chances de ganhar. Os dois jogadores contestados estão jogando um bolão. Ontem, perdeu pro Barueri, mas mantém-se entre os primeiros. Mesmo assim, uma vaga na Libertadores é uma realidade muito boa para um time que vem sendo premiado pela bagunça. Algumas vezes, um mau trabalho da direção acaba sendo indiferente ao desempenho dentro de campo.

Read Full Post »

selecao-da-rodada7

Bruno – Flamengo

Segurou o ataque botafoguense, que finalizou 15 vezes ao gol rubro-negro. Além disso, pegou pênalti de Lúcio Flavio.

Patrick – Náutico

Fez gol na importantíssima vitória do Timbu contra o Barueri. Também teve 6 roubadas de bola, ajudando a travar Márcio Careca, uma das principais armas ofensivas do time da grande São Paulo

Claudio Caçapa – Cruzeiro

Teve a desagradável incumbência de marcar Ronaldo e o fez muito bem.

Jeci – Coritiba

Seu gol ajudou o coxa a vencer o atletiba contra o Furacão.

Marcio Careca – Barueri

Apesar de bem marcado por Patrick, conseguiu deixar sua marca na derrota para o Náutico

Hernanes – São Paulo

Belo gol contra o Santos. Liderou a equipe tricolor na vitória suada contra o Santos.

Rodrigo Souto – Santos

Deixou sua marca no clássico San-São. Bem também na marcação, com 4 roubadas de bola.

Gilberto – Cruzeiro

Adaptou-se ao meio-campo e vem sendo a principal peça cruzeirense na arrancada rumo à Libertadores

D’alessandro – Internacional

Decidiu o gre-nal com seu gol. Retomou a posição de titular com a chegada de Mário Sérgio.

Adriano – Flamengo

Golaço contra o Botafogo passando por dois adversários. Decidiu o clássico.

Nunes – Santo André

Dois gols contra o líder do Campeonato, com direito a virada de rosto em um deles

Craque da rodada

nunes-stoandre

Nunes - Santo André

Read Full Post »

selecao-da-rodada7

Felipe – Corinthians

O arqueiro salvou o Timão de um empate ou até de uma derrota no Pacaembu fazendo, no mínimo, três belíssimas defesas, em lances de reflexo no primeiro tempo.

Patrick – Náutico

Só não infernizou mais Marcão e Willians pela direita da defesa alviverde, pois ambos desistiram de marcá-lo em certo ponto da partida.

Réver – Grêmio

Levando vantagem em todas as jogadas aéreas, o zagueiro gremista não só fez um gol como conseguiu parar diversos ataques dos corintianos, evitando uma derrota pior.

Cláudio Luiz – Náutico

O zagueiro abriu caminho para a vitória do Náutico sobre o líder Palmeiras, com um gol logo aos seis minutos. Além disso, ajudou o goleiro Gledson anão tomar gol.

Márcio Careca – Barueri

Uma das gratas surpresas deste Brasileirão, o Barueri venceu novamente e Márcio Careca foi um dos grandes responsáveis pela vitória ao marcar um gol e dar uma assistência.

Willians – Flamengo

Como um verdadeiro cão de guarda, roubou sete bolas no duelo contra os são paulinos. Uma das principais causas do tricolor paulista ter finalizado tão pouco no sábado.

Petkovic – Flamengo

Com um gol de muita classe e experiência e um passe primoroso para o segundo gol, o meio campista liderou o Flamengo a mais uma rodada sem derrota

Caio – Avaí

Substituindo bem o capitão Marquinhos, o meia do time catarinense participou dos dois gols da equipe contra o Botafogo.

Victor Simões – Botafogo

Entrou no intervalo do jogo, quando o Bota perdia por 2 a 0 e sua estrela brilhou. Em cobranças de falta, a bola sobrou para o atacante, que marcou duas vezes e salvou o Botafogo de uma derrota.

Ronaldo – Corinthians

Fez uma de suas melhores partidas no Brasileirão. Mesmo acima do peso, deu diversos dribles, fez um gol de longe e construiu a jogada toda do segundo gol, marcado por Elias, foi o homem do jogo.

Bruno Mineiro – Náutico

Sempre oportunista, o atacante foi outro responsável pela vitória do Timbu sobre o Palmeiras, ao marcar dois gols.

Técnico – Geninho – Náutico

Protagonizou o resultado mais inesperado da rodada. O seu Náutico fez três a zero no poderoso Palmeiras. Soube armar o time para enfrentar o líder.

Craque da Rodada:

Ronaldo, Corinthians

Read Full Post »

Older Posts »