Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Alex Ferguson’

brasucas-ao-extremo3Depois de uma estreia ousada, chegando até a futebolísticamente inóspita Cingapura, o Brasucas ao Extremo volta nesta semana concentrando suas atenções na Europa. E como prova disso, começamos com jogos das Eliminatórias Européias para a Copa do Mundo. Em duas situações bem diferentes, dois “brasileiros-estrangeiros” balançaram as redes na quarta-feira passada. Pepe fez o gol da vitória portuguesa sobre a Hungria, mantendo as esperanças de nossos conquistadores em disputar o próximo Mundial. Já o atacante Eduardo da Silva fez o único da Croácia no massacre sofrido por 5 a 1 pela Inglaterra.

pepe-portugal-x-hungria

Pepe deu sobrevida a Portugal

Na mesma quarta-feira, teve início a viagem alternativa que está coluna visa. Em solo norueguês, José Júnior, com seus 33 anos, fez dois na goleada de 5 a 0 do Randers FC sobre o Otterup. E a região escandinava ainda viu mais brasileiros vibrando. Na Suécia, o jovem Antônio Flávio, que se destacou pelo Santo André neste ano, fez seu primeiro gol com a camisa do AIK na vitória sobre o Hacken. No dia seguinte, foi a vez de Álvaro Santos, atacante que iniciou carreira no América/MG, fazer a alegria da torcida do Orgryte no êxito sobre o Halmstad.

Com a bola rolando por toda a Europa no final de semana, redes balançando não faltaram. Vamos começar pelas regiões pouco divulgadas por aqui, como o Chipre. Sim, existe futebol na pequena ilha e foi lá que Fillip da Silva fez o gol do APOP Peyias na derrota para o Enosis Paralimni.

Se no esporte o Chipre não incomoda ninguém, na situação geopolítica não é a mesma coisa que acontece. Grande rival da pequena nação, a Turquia é nosso próximo destino. Por lá, o craque Alex garantiu os três pontos do Fenerbahçe sobre o Bursaspor. Outro que foi responsável pela vitória de seu time foi Beto, atacante que começou no Ulbra e agora defende as cores do Gaziantepspor. Já o Kahê, jogador que chegou a vestir a camisa do Palmeiras, fez dois, mas o Gençlerbirligi não saiu de um empate com o Eskisehirspor.

Está na hora de uma pausa no mundo alternativo e dar uma volta pelos grandes pólos europeus. Na França, Brandão e Michel Bastos deram vitórias aos Olympiques, o atacante ao de Marselha e o lateral-esquerdo ao de Lyon. Já no Principado de Mônaco, Nenê, ex-Palmeiras e Santos, contribuiu com o placar de 2 a 0 do time local contra o Paris Saint-Germain. Atravessando o Canal da Mancha, o meia Anderson fez um de seus raros gols na vitória do Manchester United por 3 a 1 sobre o Tottenham.

luisfabiano-sevilla-zaragoza

Fabuloso antes de mandar para as redes

De volta à terra firme europeia, Luís Fabiano segue arrebentando, colocou mais dois em sua conta, na goleada de 4 a 1 do Sevilla sobre o Zaragoza, e despertou o interesse de Sir Alex Ferguson para o próximo ano. Outro jogador da Seleção Brasileira que merece destaque foi o lateral Filipe Luís, que fez um golaço, garantindo a vitória do Deportivo sobre o Málaga.

grafite-wolfsburg-x-cska

Grafite comemora um de seus três

Se os últimos citados são queridos por Dunga, um que parece não agradar é Grafite. O ex-sãopaulino simplesmente balançou as redes quatro vezes nos últimos sete dias. No sábado, fez um de pênalti na derrota do Wolfsburg por 3 a 2 para o Leverkusen. Já nesta terça, anotou nada mais nada menos que um “hat-trick” em plena Liga dos Campeões, todos os tentos dos alemães na vitória sobre o CSKA de Moscou. Outro brasuca que vem fazendo sucesso em solo alemão é Zé Roberto. Após mudar de ares, está sendo o principal nome do Hamburgo e fechou o resultado de 3 a 1 de sua equipe sobre o Stuttgart.

Pela Champions League, o CSKA não começou bem, mas, três dias antes, havia batido o Krylya Sovetov graças ao ex-cruzeirense Guilherme, que marcou duas vezes. Outro atacante que saiu para o abraço duas vezes foi André Alves, do desconhecido Videoton sobre o ainda mais desconhecido Nyiregyhaza Spartacus, deixando seu time na liderança do Campeonato Húngaro. Para não deixar outros tupiniquins no anonimato, Cristiano Pinto dos Santos deixou o placar em 1 a 1 com a camisa do israelense Hapoel Raanana, enquanto o veterano Claudemir igualou para o Vitesse contra o NEC no Holandês.

liedson-sporting-x-leixoes

Liédson fez o único dos Leões

Um lugar que parece ter mais brasileiros do que locais é Portugal, mas desta vez o número de brasucas comemorando foi menor do que de costume. Começando pelos gigantes, Hulk fez um de pênalti em goleada do Porto sobre o Leixões. Na capital, mais uma vez Liédson mostrou seu faro de gol e deu os três pontos ao Sporting sobre o Paços Ferreira. Ainda em Lisboa, o meia Ramires fechou os 4 a 0 do Benfica diante do Belenenses. Todos estes marcando seus gols não é nenhuma surpresa para nós, mas em Estoril, o placar surpreendeu e mostrou duas vezes o nome do corintiano Lulinha no empate com o Esmoriz.

Para não dizer que apenas os europeus viram brasileiros brilhando nos últimos dias, alguns de nossos vizinhos também tiveram oportunidades. Na Venezuela de Chavez, Flávio de Oliveira comandou o impressionante 7 a 2 do Trujillanos sobre o Carabobo, marcando quatro vezes. Já na Bolívia de Evo, Thiago Leitão foi decisivo para o The Strongest diante do rival La Paz, fazendo o 3 a 2 no último minuto do clássico local.

Ufa! Semana cheia, mas pelo jeito será sempre assim. Brasileiro em campo é sinônimo de gol.

Anúncios

Read Full Post »

Final da Liga dos Campeões da Europa, a partida de futebol que deve perder apenas para a Copa do Mundo em termos de expectativa e audiência ao redor do planeta. Na próxima quarta-feira, a 54ª decisão do torneio será realizada, e, além de Manchester United e Barcelona dentro de campo, outro duelo será entre os treinadores Alex Ferguson e Josep Guardiola.

alexfergusonPor um lado, um homem que não é simplesmente um técnico, e sim um Sir. Nascido na cidade de Glasgow, na Escócia, Ferguson tem um currículo invejável, colecionando onze títulos do Campeonato Inglês, cinco Copas da Inglaterra, duas Ligas dos Campeões da Europa, dois Mundiais de Clubes, entre outros que ocupariam uma página inteira.

No comando dos Diabos Vermelhos há incríveis 23 anos, só ficando atrás de Sir Matt Busby, que treinou a equipe inglesa de 1945 até 1969, Alex Ferguson começou sua carreira de técnico no pequeno East Stirling, passando pelo Saint Mirren, até chegar ao Aberdeen, em 1978, clube no qual conquistou três campenatos escoceses e uma Supercopa da UEFA.

Com o destaque conquistado em sua terra natal, transferiu-se para o Manchester United em 1986, e construiu a história que todos já conhecemos.

Pelo outro lado, temos Josep Guardiola, treinador de apenas 38 anos de idade que estreou neste ano no comando de uma equipe principal, e logo em uma do porte do Barcelona.

Se experiência como treinador é algo que Pep não chega nem aos pés de seu rival de quarta-feira, o ex-meiocampista da seleção espanhola tem identificação de sobra com o clube catalão, além de ter na mão o elenco azul-grená.

Nascido em Santpedor, na região da Catalunha, Guardiola ficou famoso pelo seu desempenho dentro josep-guardioladas quatro linhas, onde defendeu o Barcelona entre 1990 e 2001. Além de seu time de coração, o atual técnico defendeu as cores do Brescia, Roma, Al Ahli e Dorados, encerrando sua carreira como jogador em 2006.

Apenas um ano após pendurar as chuteiras, o ex-capitão catalão assumiu o comando técnico do Barcelona B, e apenas com um ano de experiência, foi promovido a equipe principal no lugar do holandês Frank Rijkaard.

Após um início complicado, levou o time ao título da Liga Espanhola e da Copa do Rei de maneira incontestável, esbanjando um futebol ofensivo e envolvente, que ergueu o Barça ao posto de melhor equipe do mundo por muitos, rótulo este que poderá ser confirmado diante do Manchester United.

O tira-teima tão aguardado entre a experiência e a juventude será tirado na próxima quarta-feira, dia 27/06, quando os Diabos Vermelhos de Sir Alex Ferguson defendem o troféu europeu contra o Barcelona de Josep Guardiola, o time do momento.

Read Full Post »