Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘André Dias’

E agora, José

O futebol é uma arte, mas poucos são artistas,

Hoje farei uma homenagem aos meus amigos paulistas!

Boleiros fervorosos dos mais diversos mantos,

De Corinthians, Palmeiras, São Paulo e de Santos.

A primeira vai pr’um parça que às vezes é um sono

Ele escreve aqui no “Opina”, meu brother Marcel Buono!

Sempre alviverde, amante da camisa nove,

Do artilheiro do amor, do matador Vágner Love!

Pra quem ele sempre torce: “que gols nunca erre!”

Já que no meio-campo o Palmeiras conta com o Pierre.

O time de Muricy Ramalho é o líder do Campeonato,

Mas anda vacilando e isso é um fato

Perdeu para o Timbú por três tentos a zero

Porém, o Marcel acredita: “Campeões, eu espero!”

Agora o Verdão tem o Flamengo em casa,

Tomara que não aconteça o que houve contra o ASA

Já os alvinegros só falam em Ronaldo,

Que mesmo gorducho ainda dá um caldo

Batata, biscotinho, Cicarelli e pão de mel…

Não importa o que ele coma ele é adorado na Fiel!

Passagens pela Europa o tornaram “pouco rico”

Agora, no Corinthians, temos o Defederico.

Menino argentino, brigador não vai à lona

Só tem um defeito: é adepto do Maradona!

Leandro Sarhan, Léo Sacco, e Chavedar

São “loucos por ti” – “não pára de lutar”!

E o que direi, então, do hexa-brasileiro?

Pro Adriel, meu grande brother, um baita de um parceiro:

Nos três últimos anos o tricolor foi até tri!

Mas, na nossa Copa, não teremos o Morumbi (brincadeirinha)

A equipe anda bem, servindo à seleção

André Dias e Miranda já foram chamados pelo “patrão”

Sempre bem montando, sempre com bons nomes,

Esse é o time do ex-zagueiro Ricardo Gomes!

Pra finalizar vem o Peixe e suas meninas

Que, ao contrário dos marmanjos, fortalecem as minhas rimas!

Mostrando para o mundo que sabem usar os pés,

Trouxeram até a Marta pra usar a camisa 10

Já homens não vão bem, como isso pode?

Essas rimas meio aquáticas vão pro parceiro God

Mas, não fica triste, vocês tem um tal de “Ganso”

Que, diferente do Neymar, não dá uma de “manso”

Joga muito esse menino, tem classe e é de primeira!

Pena, que na frente, quem tá é o Kléber Pereira!

E assim vai terminando essa singela homenagem

Aos 4 de São Paulo que não estão de sacanagem

Já que lá no Rio o amadorismo é o que impera,

Escrevo essas linhas pr’um futebol que é mesmo fera

Anúncios

Read Full Post »

Final de mês, falta de dinheiro, aperto para sair com aquela garota mais bonitinha. Garota bonitinha? Não, sobrou para você só aquele trabuco. Mesmo assim, não dá para negar o pedido. A falta de dinheiro não mudou nada, a menina só ficou pior, o lugar para sair vai ser aquele botequinho fedido da esquina. Nada pode piorar, sua situação é irreversível. Você já está preparado para virar a piada dos amigos, virar o São Jorge, domador de dragões. E ainda por cima leva a baranga para um lugarzinho que nem a feiúra dela merece. Enfim, está na pior. Mas como nada é só azar, você está caminhando na rua e acha uma nota de… míseros dez reais. Não, não é motivo para se orgulhar. É só um alívio rápido para a situação desesperadora.

A situação acima pode parecer totalmente desconexa com o futebol, mas é a metáfora para ilustrar a situação do Fluminense após o final de semana. A vitória sobre o Avaí, no Maracanã, foi suada e acabou com uma incomoda sequência sem triunfos no Brasileirão. Sequência essa que deixou o Tricolor das Laranjeiras na pior situação possível. Uma crise sem precedentes assolou o time comandado hora por Renato Gaúcho, hora por Cuca – a verdade é que tem sido um time sem comando. O rebaixamento para a Série B é quase certo. Mas o Fluzão teima em agir como o garoto que achou os dez reais no chão.

Com um time totalmente desligado, sem brilho algum, o Flu é tido como um dos quatro rebaixados da atual edição do Brasileiro há algumas boas rodadas. Um clube que se armou com Fred, Conca, Leandro Amaral e Luiz Alberto não conseguiu sequer lutar pela vaga na Sul-Americana. Mas comemora uma vitória mais do que suada dentro de casa. Os três pontos não mudarão nada na situação geral, que continua desesperadora. Mas na Laranjeira ainda há esperança. Afinal, vencer o Avaí em casa não é obrigação. É superação, não é mesmo? Não.

Na outra ponta…

Já na outra ponta da tabela, aquela dos líderes, a situação vai afunilando e um time vem se destacando em situação oposta à do Flu. É o Palmeiras. Dirigido por Muricy Ramalho, vem sendo um cala boca impressionante para os torcedores do São Paulo. Acostumados a afirmar que o técnico é mestre de morre-morre, devem estar com saudades dele. Muricy caminha a passos largos para seu tetra. Torce, apenas, para que não haja salto alto que o faça cair.

Cutucadas

André Dias ganhou o prêmio de melhor assistência do Brasileiro. Pena que foi para o adversário Ronaldo abrir o placar para o Corinthians no Majestoso

– Ainda no clássico paulista: gol impedido, gol mal anulado e Mano Menezes em guerra com a diretoria tricolor. Quero ver qual punição receberá o árbitro por sua péssima atuação

– Se o Olímpico fechar para reformas, o Grêmio morre de fome. O time é medroso e só perde fora de casa, é impressionante

Read Full Post »

São Paulo

O tricolor enfrenta, hoje, às 18h30, no Morumbi, o Avaí de Silas, ex-craque são paulino. Para essa partida, Ricardo Gomes terá três desfalques: André Dias e Richarlyson estão suspensos e serão substituídos por Renato Silva e Arouca, respectivamente. Hernanes continua machucado e não joga, o que implicará o recuo de Jorge Wagner à posição de segundo volante, abrindo espaço para Marlos. No ataque, Borges ganhou a vaga de Washington e será titular. Além disso, duas notícias movimentaram a semana do clube. A primeira é a parceria firmada com a organização do GP Brasil de F1 para arrendar uma das arquibancadas do circuito de Interlagos. A segunda, é a declaração do secretário-geral da FIFA, Jerome Valcker, na qual ele afirma que o Morumbi não teria condições de sediar a abertuda da Copa do Mundo de 2014. A diretoria tricolor rebateu afirmando que Valcke não leu o segundo relatório enviado a ele e, inclusive, convidou- a vir conhecer o estádio do Morumbi.

Santos

Na Vila Belmiro o principal acontecimento da semana foi a apresentação da atacante Marta para a disputa da Libertadores feminina. Ela jogará ao lado de outras atletas da seleção brasileira como Cristiane e Érika. Além disso, o zagueiro Domingos foi afastado por Luxemburgo e posto na lista de transferências do clube por ter quebrado a perna do quarto goleiro santista, Rafael, em uma disputa de bola no treinamento. Para o técnico, “Domingos é uma grande pessoa , mas profissionalmente acaba se tornando perigoso”. A lesão de Rafael obrigou Luxemburgo a finalmente acertar o contrato de Sérgio, ex-goleiro do Palmeiras. Ainda falando em guarda-redes, Fabio Costa treinou com bola e talvez não tenha que operar o pé, o que adiaria seu retorno aos campos.

Santo André

No Ramalhão, o velho novo técnico Sérgio Soares sofre com os desfalques para escalar sua equipe na partida de amanhã contra o Santos. Vanderlei, Nunes, Cesinha e Cris cumprem suspensão e não poderão jogar. Com a impossibilidade de escalar seus zagueiros, o treinador deve promover a volta prematura de Marcelo, que operou o joelho a apenas 14 dias. Outra notícia que agitou o Bruno José Daniel foi o retorno do atacante Leandrinho, de 26 anos, ao clube. Ele assinou contrato até o fim de 2011.

Goiás

A principal notícia no Goiás durante a semana foi a liberação de Fernandão pelo STJD. Pela expulsão contra o Internacional, a expectativa era que o atacante pudesse pegar uma pena mais pesada. Foi punido com apenas um jogo, já cumprido. Dentro de campo, o técnico Hélio dos Anjos esboça algumas mudanças, principalmente na defesa. Léo Lima, meia mais ofensivo, pode perder sua posição para Everton, que formaria dupla de volantes marcadores com Ramalho.

Read Full Post »

Galatto – Atlético/PR

Fez parte do sistema defensivo que conteve as investidas do Cruzeiro, no Mineirão.

Carlos Eduardo – Fluminense

Entrou durante a partida e deixou o seu tento – o quarto do Tricolor – na goleada diante do Sport, no Maracanã.

André Dias – São Paulo

O atual capitão Tricolor mostrou seu poder ofensivo e deu belo passe para Washington dar início a virada do São Paulo em cima do Botafogo.

Luiz Alberto – Fluminense

O capitão do Tricolor carioca mostrou tranquilidade e parece ter reconquistado seu estilo seguro dentro de campo.

Fernandinho – Barueri

Comandou, pelo lado esquerdo, as investidas de sua equipe. Com bons cruzamentos, o lateral era a principal válvula de escape do Barueri no duelo contra o Vitória – vencido pela equipe paulista por 4 a 0.

Paulo Henrique – Santos

Com mais uma exibição de destaque, o “Ganso” assegurou, com um gol de puro oportunismo – a segunda vitória consecutiva do time de Vanderlei Luxemburgo no torneio nacional.

Léo Lima – Goiás

O meia parece ter reencontrado o seu melhor futebol no Goiás. Além de cruzar na cabeça de Amaral, que marcou o primeiro do time de Hélio dos Santos, o camisa 11 do Esmeraldino deu caneta, belos passes e deixou o seu em belo chute de esquerda.

Cleiton Xavier – Palmeiras

O melhor em campo no empate contra o Grêmio, no Palestra. Marcou o seu e tentava, a todo instante, acionar o ataque alvi-verde com passes criativos e envolvente.

Kieza – Fluminense

O atacante só não fez chover no Maracanã. Marcou dois gols e deu início a goleada do Flu diante do Sport.

Iarley – Goiás

Garantiu a sexta vitória consecutiva de seu time e confirmou a ascenssão do clube Esmeraldino no Brasileirão-09.

Luís – Barueri

Usou a mística da camisa 9 do Barueri para marcar dois tentos na goleada da equipe paulista sobre o Vitória, na Arena.

Técnico : Antônio Lopes

Estreou no comando do Furacão, fez boas modificações no intervalo e, além de contar com a “estrela” de sempre, mostrou que pode dar um novo ânimo ao elenco do Atlético/PR.

Craque da Rodada

Léo Lima - Goiás

Léo Lima - Goiás

Read Full Post »