Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘André Lima’

selecao-da-rodada7

Carini – Atlético Mineiro

O arqueiro uruguaio teve bela atuação no Mineirão, inclusive defendendo pênalti cobrado pelo veterano Basílio.

Nei – Atlético Paranaense

Mais uma vez na Seleção da Rodada, o lateral é uma das principais armas do Furacão. Diante do Corinthians, foi firme na marcação e, como sempre, apoiou bem o ataque.

Pereira – Coritiba

O zagueiro pode não ser um primor na técnica, mas mostra raça e, contra o Internacional, teve essa característica como sua principal qualidade.

Danilo – Palmeiras

Pela segunda semana seguida, o zagueiro aparece por aqui. Desta vez não marcou gol nem deu assistência, mas atuou bem e mais uma vez salvou um gol feito, em tentativa de Madson.

Fininho – Sport

O ex-corintiano só jogou devido a ausência do titular Dutra, mas conseguiu mostrar futebol para sair do banco e estrelar a Seleção da Rodada. Além de dar trabalho para o lado direito gremista, anotou seu gol.

Valência – Atlético Paranaense

O colombiano tomou conta do meio de campo no Pacaembu. Com marcação forte, foi essencial para o setor defensivo paranaense.

Correa – Atlético Mineiro

O jogador parece ter caído como uma luva no elenco do Galo. Com boa qualidade técnica, e chute na bola diferenciado, vive assustando as defesas rivais. Contra o Barueri, fez o segundo do time em bela cobrança de falta.

Paulo Baier – Atlético Paranaense

O incansável atleta sempre se destaca em jogos de maior importância, e principalmente nos que envolvem os rivais do seu ex-time Palmeiras. No sábado, calou o Pacaembu logo no começo de partida.

Diego Souza – Palmeiras

Tido por muitos como o craque da competição, o camisa 7 mais uma vez mostrou a razão de ser convocado por Dunga. Foi o principal nome alviverde, empatando a partida, dando assistência para outro e iniciando a bela jogada do terceiro gol.

Adriano – Flamengo

Simplesmente resolveu o clássico Fla-Flu para os rubro-negros. Dois gols em um Maracanã lotado.

André Lima – Botafogo

O atacante se sente bem com a camisa do Fogão, e surpreendeu junto com seu time neste domingo. Em pleno Serra Dourada, ajudou na construção da vitória, dando trabalho à defesa adversária e anotando um belo gol.

Técnico: Ricardo Gomes – São Paulo

O treinador Tricolor continua calando a boca dos que criticaram sua contratação. Mesmo com desvantagem numérica de jogadores, seu time mostrou força suficiente para bater o Náutico em pleno Aflitos. Mais uma vez, acertou em substituições.

Craque da rodada

adriano-flamengo2

Adriano - Flamengo

Anúncios

Read Full Post »

cor-x-botDepois de conseguir vitória importante sobre o Internacional em pleno Beira-Rio, a torcida corintiana voltou a acreditar no título do Campeonato Brasileiro, mas a possível reação alvinegro esfriou neste domingo, com o empate por 3 a 3 com o Botafogo.
Novamente contando com Ronaldo apenas nas arquibancadas, Mano Menezes escalou um trio ofensivo formado por Dentinho, Jorge Henrique e Henrique. Do outro lado, Estevam Soares optou por um 4-4-2, tendo Victor Simões e André Lima à frente.

A partida mostrou grande equilíbrio, mas quem chamou a atenção foi o árbitro Arílson Bispo da Anunciação, que começou a aparecer aos 28 minutos, não marcando pênalti de Moradei em cima de Victor Simões. Pouco mais tarde, o juiz acertou em sua decisão, anotando penalidade sobre Dentinho, que converteu na sequência.

Para o segundo tempo, Estevam colocou Reinaldo na vaga de Léo Silva, e não demorou nem um minuto para o atacante deixar o placar empatado. Porém, o placar logo voltou a ser alterado. Após falta inexistente sobre Jucilei, o garoto Marcinho cobrou falta com perfeição e fez a alegria da Fiel.

Se a atuação da arbitragem já estava horrível, ficou trágica aos quinze minutos, quando André Lima deu belo peixinho mas empurrou a bola para as redes com a mão. E Arílson Bispo da Anunciação ainda não estava cansado de polêmica, tanto que assinalou nova penalidade máxima para o Corinthians, em lance muito discutível. Na cobrança, Dentinho parou em Castillo mas conseguiu aproveitar o rebote.

Com clima pesado dentro de campo, o Botafogo conseguiu chegar ao terceiro gol em cobrança de falta de Lúcio Flávio, que meteu a bola na gaveta de Júlio César.

Por que a partida terminou empatada?

Apesar do grande equilíbrio nos noventa minutos de jogo, que deixam a igualdade justa, não tem como deixar de responsabilizar o árbitro da partida pelo 3 a 3. Pênaltis marcados e não-marcados de maneira estranha, além de um gol de mão moldaram o placar.

O que a partida muda no campeonato?

O empate em pleno Pacaembú esfriou os ânimos dos corintianos, que já voltavam acreditar firmemente no título nacional. Porém, o Timão ainda segue próximo aos líderes. O Botafogo segue ameaçado pelo rebaixamento, mas mostra que tem potencial para se livrar dessa situação. Em São Paulo, já havia arrancado empate contra o Palmeiras.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 3 X 3 BOTAFOGO

Corinthians: Júlio César; Jucilei, Paulo André, Jean e Marcinho (Diego); Moradei (Bill), Elias e Morais; Jorge Henrique, Henrique (Souza) e Dentinho
Técnico: Mano Menezes

Botafogo: Castillo; Wellington, Juninho e Léo Silva (Reinaldo); Alessandro, Leandro Guerreiro, Fahel, Lucio Flavio e Michael (Thiaguinho); Victor Simões e André Lima (Renato)
Técnico: Estevam Soares

Local:
Estádio do Pacaembu, em Sao Paulo (SP)
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Assistentes: Alessandro de Matos (Fifa-BA) e Luiz Carlos Teixeira (BA)
Cartões amarelos: Jucilei, Jean, Elias, Dentinho (Corinthians); Wellington, Léo Silva, Victor Simões, Thiaguinho (Botafogo)

Read Full Post »