Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Barcelona’

Depois de uma semana com a grande parte dos jogos de futebol sendo disputados pelas seleções nacionais, nesta quarta-feira a situação volta ao normal, e, como sempre, gols brasileiros não faltam ao redor do planeta.

Espanha

Nilmar fez dois contra o Valladolid

Apesar de ser o novo líder do Campeonato Espanhol, o Real Madrid não contou com nenhum tento verde e amarelo nos últimos dias. Situação diferente a do Barcelona, que empatou em 1 a 1 com o Athletic de Bilbao graças ao gol de Daniel Alves. No mesmo dia, Renato garantiu a vitória do Sevilla por 2 a 1 sobre o Tenerife. No domingo, quem se destacou foi Nilmar, que marcou duas vezes no triunfo de 3 a 1 do Villarreal sobre o Valladolid. Diego Costa descontou para os derrotados. Perto dali, o Zaragoza visitou o Málaga e conseguiu um pontinho, o ex-corintiano Éwerthon foi o autor do gol visitante.

Itália

A rodada italiana contou com um jogaço no domingo, a bela vitória do Milan por 4 a 3 sobre o Cagliari. E os três pontos só foram conquistados pelas belas atuações de Ronaldinho e Pato, que marcaram um cada. Do outro lado, o ex-cruzeirense Nenê descontou.

Já  pela Serie C1/A, Emerson tentou, mas não foi o suficiente para o Lumezzane, que saiu derrotado pelo Como, fora de casa, por 2 a 1.

Portugal

O futebol na terra dos nossos colonizadores foi movimentado apenas pela Taça de Portugal, o suficiente para ter seu espaço por aqui. No domingo, o Vitória Guimarães surpreendeu o Benfica, em pleno Estádio da Luz, e venceu por 1 a 0 com gol do zagueiro Gustavo Lazzareti. Outro clube da capital, o Sporting, não decepcionou sua torcida e goleou o Pescadores Costa Caparica por 4 a 1 e, sem dúvida, Liédson deixou o dele. No mesmo dia, outro Sporting se deu bem, mas o de Braga, e venceu o Vitória Setúbal por 3 a 0, com tentos de Moisés e Márcio Mossoró, ex-Internacional e Paulista de Jundiaí.

Alemanha

Naldo comemora com seus companheiros

Pela Bundesliga, o agora vice-líder Werder Bremen deu show, e atropelou o Freiburg por 6 a 0. O zagueirão Naldo deixou o seu de pênalti. Outro que goleou foi o Hoffenheim, que fez 4 a 0 no Colônia, com o jovem Carlos Eduardo vibrando com a galera. Para completar a elite do país, o atacante Grafite converteu sua penalidade  mas o Wolfsburg acabou derrotado pelo Nuremberg por 3 a 2.

Já  na segunda divisão alemã, o Frankfurt não teve problemas para passar pelo Oberhausen, fora de casa, 3 a 1 com dois gols de Cidimar, jogador com passagem pelo Internacional.

Leste Europeu

Wagner com a camisa do Lokomotiv

Uma das regiões mais recheadas de brasileiros no mundo, sempre aparece por aqui. Começando pela Rússia, dois clássicos movimentaram o o final de semana. No primeiro, o Lokomotiv Moscow venceu o Dinamo por 2 a 0, e o ex-cruzeireinse Wagner foi autor de um dos gols. No segundo, o Spartak foi derrotado por 3 a 2 pelo CSKA, com seus dois gols sendo marcador por Welliton e Alex.
Uma das surpresas positivas da área foi o futebol búlgaro. Por lá, seis brasucas balançaram as redes nos últimos sete dias. No 5 a 0 do Litex sobre o Lokomotiv Plovdiv, Tom, ex-Portuguesa, Sandrinho, ex-Juventude, e Doka Madureira, ex-Goiás, colocaram seus nomes no placar. No 3 a 0 do Levski sobre o Cherno More Varna, outro ex-lusitano marcou, o meia Joãozinho. Ainda no sábado, Michel Platini, que não é aquele, contribuiu com CSKA Sofia no empate por 2 a 2 no clássico contra o Lokomotiv. Já no domingo, a estrela foi José Júnior, que simplesmente fez três na vitória de 3 a 2 do Slavia Sofia sobre o Chernomorets Burgas.
Na Croácia, o atacante Dodô foi o responsável pelos três pontos do Inter sobre o Lokomotiva, enquanto Rafael Paraíba apenas foi mais um a marcar no massacre de 6 a 0 do Hajduk Split sobre o Croatia Sasvete. O jogador está emprestado pelo Grêmio para ganhar maior experiência.
Para fechar a região, um jogador que sempre coloca seu nome nesta coluna, Jajá. O atacante, que já teve passagem pelo Flamengo, fez mais um com a camisa do Metalist Kharkiv, desta vez na vitória do clube sobre o Zorya, pelo Campeonato Ucraniano.

Grécia e Inglaterra

Denílson fez a festa dos Gunners

Nas belas terras gregas, o Iraklis não saiu de um empate por 2 a 2 com o Atromitos, diante de sua torcida. Luís Eduardo foi responsável por um dos gols dos visitantes. Já no clássico entre PAOK e Aris, o lateral-direito Neto, que teve passagens por Ituano, Paraná, Santos e Fluminense marcou um dos gols nos 4 a 1 dos donos da casa.
Fora da terra firme, na Inglaterra, apenas uma presença brasileira nas redes, e em partida válida pela Liga dos Campeões da Europa, o jovem Denilson marcou o segundo do Arsenal na vitória por 2 a 0 sobre o Standard de Liège.

Holanda, Dinamarca e Suíça

Direto da base do Cruzeiro para o solo holandês, o garto Jonathas marcou mais um gol com a camisa do AZ Alkmaar, desta vez na goleada por 4 a 2, fora de casa, sobre o Roda. Outro que iniciou em Minas Gerais, mas no rival Atlético Mineiro, foi o atacante Aílton, que anotou dois tentos na vitória do Copenhagen sobre o Randers, pelo Campeonato Dinamarquês. Já pela Copa da Suíça, o Kriens bateu o Solothurn por 4 a 2 e contou com a colaboração do zagueiro Thiago.

Turquia e Chipre

Ex-palmeirense Kahê

A rodada turca teve como grande duelo o Besiktas enfrentando o Fenerbahçe. E os donos da casa conseguiram vencer o rival por 3 a 0, com direito a gol do ex-corintiano Bobô. Outro jogador que saiu de São Paulo para a Turquia e balançou as redes nos últimos dias foi Kahê. O ex-palmeirense participou do placar de 3 a 1 do Genclerbirligi sobre o Istanbul Buyuksehir. Já pela segunda divisão do país, Tiago Bezerra bem que tentou, mas seu Altay saiu de campo derrotado por 2 a 1 pelo Bucaspor.
No rival político Chipre, o veterano Clayton, de 34 anos de idade, marcou um dos gols do AEL Limassol nos 3 a 1 sobre o fraco Nea Salamis.

Oriente Médio

Como os Emirados Árabes Unidos não tiveram jogos nos últimos dias, a região não esteve cheia de gols como de costume. Em Israel, o ex-vascaíno Cadu marcou para o Bnei Sachnin na vitória por 2 a 1, fora de casa, sobre o Maccabi Petah Tikva. No mesmo dia, o Hapoel Raanana fez 2 a 1 no Hapoel Haifa, e Cristiano foi o autor do tento da vitória.
Mais ao Sul, mais precisamento no Qatar, o atacante Júlio César fez o único gol do Al Ahli no empate por 1 a 1 com o Al Khor. Em outro empate, Leandro balançou as redes para o Al Sadd no movimentado 3 a 3 com o Al Arabi.

Japão

Lucas defende as cores do Gamba Osaka

Sem rodada no Campeonato Chinês, o espaço do extremo oriente fica todo para o Japão. Por lá, três atacantes levaram seus times às vitórias no sábado. França para o Kashiwa Reysol, Lucas para o Gamba Osaka, e Edmílson, com incríveis três gols, para o Urawa Red Diamonds.
No domingo, Neto Baiano fez um nos 2 a 1 do JEF United em cima do FC Tokyo, enquanto o meia Fernandinho, que já atuou com as camisas do Vasco e do Figueirense, foi o único a alterar o placar na vitória do Oita Trinita sobre o Kawasaki Frontale.

Read Full Post »

pe-no-saccoO Palmeiras caminha a passos largos pelo pentacampeonato do Brasileirão. Não lutava enquanto contava com Vanderlei Luxemburgo. O Santos oscila no marasmo daqueles que não terão chances de ir à Libertadores e que ainda sentem o fogo do rebaixamento queimar de leve. O Peixe conta, hoje, com Luxa no comando. O treinador, antes sinônimo de títulos, passou a ser um dos piores custos benefícios do futebol brasileiro.

Seu último título de verdadeira expressão foi o Brasileirão de 2004, pelo mesmo Santos que comanda hoje em dia. De lá para cá acumulou milhões de reais para ganhar Campeonatos Paulistas. Tirou o Verdão de uma incômoda fila, mas fez com que a equipe do Palestra não tivesse chance alguma nos campeonatos nacionais. Sucumbiu na Copa do Brasil, em um Brasileiro e em metade de outro e em uma Libertadores. Tudo isso por R$ 500 mil mensais. Foi demitido após criticar a saída de Keirisson para o Barcelona. Mas sua saída aconteceu claramente por incompetência.

No último domingo Santos e Palmeiras jogaram na Vila Belmiro. Para o Verdão, a chance de colocar a mão na taça. Para o Peixe, a última gota de esperança na briga pela Liberta. E o time da casa saiu ganhando. Mas saiu derrotado no final das contas. Uma virada no mínimo vexatória que acabou com as esperanças dos alvinegros praianos. Uma derrota que provou que o tempo de Luxa passou. Faz tempo.

Cutucadas

– Torcedores do Flamengo com sorrisos de orelha a orelha. O carimbo de acesso à Série B do Fluminense tem a marca rubro-negra

– Vou me candidatar à vaga de lateral-esquerdo do Corinthians. Sou muito melhor que o Marcinho

– Finalmente Tite caiu e o Internacional não precisará mais jogar no 8-1-1

Read Full Post »

brasucas-ao-extremo3Com o início das competições européias, a tendência no número de gols brasucas ao longo da semana é aumentar, e foi examente isto que aconteceu. Pelo segundo dia da Liga dos Campeões da Europa, o ex-cruzeirense Gérson Magrão fez o segundo do Dínamo Kiev na vitória por 3 a 1 sobre o Rubin Kazan. Pelo Grupo H, o Arsenal passou sufoco, mas conseguiu uma bela virada sobre o Standard Liège graças ao croata-brasileiro Eduardo da Silva. Mas quem realmente dependeu de nossos jogadores para somar seus primeiros três pontos foi o Sevilla, que bateu o desconhecido Unirea com gols de Renato e, sempre ele, Luís Fabiano.

renato-sevilla

Renato vibra contra o Unirea

Como se não bastasse a Champions League, a nova Liga Europa começou no meio da semana passada e o que não faltaram foram comemorações verde-amarelas. Pelo Grupo J, os dois jogos contaram com isso. No primeiro, o ex-corintiano Willian colaborou com a goleada de 4 a 1 do Shakhtar sobre o Club Brugge. Já no segundo, Cléo, ex-Atlético Paranaense fez um, mas não foi capaz de evitar a derrota do Partizan Belgrado para o Tolouse.

Em partidas que envolveram clubes portugueses, não há nem dúvida de que os tupiniquins foram responsáveis por alterações nos placares. Na derrota do Nacional da Ilha de Madeira por 3 a 2 para o Werder Bremen, o zagueiro Felipe Aliste, ex-Guarani, anotou o seu. Já a partida entre Heerenveen e Sporting terminou em 3 a 2 para os lusos, e quem será que foi o autor dos gols? Sim, Liédson três vezes, na Holanda.

Outra equipe que conseguiu vitória fora de casa foi o Galatasaray, que viajou a Grécia e voltou para casa com um 3 a 1 diante do Panathinaikos. O meia Elano, recém-chegado do Manchester City, foi quem abriu o placar.

nilmar-villarreal

Nilmar não jogou bem mas decidiu

O restante dos gols foram anotados por jogadores de ataque. Na Bulgária, Michel, que veio do Chernomorets, fez o empate do CSKA Sofia diante do Fulham. Perto dalí, em Praga, o garoto Jonathan Reis, cria das categorias de base do Atlético Mineiro, fez os dois do PSV Eindhoven no 2 a 2 com o Sparta local. Diferente dos últimos dois citados, os brasileiros que completaram a rodada da Liga Europa são conhecidos por todos por aqui. Nilmar fez o único do Villarreal no êxito sobre o Levski, enquantoaproveitou o 4 a 0 do Everton sobre o AEK para marcar.

Depois de explorar as competições continentais, já é hora de seguir para as ligas e copas nacionais pela Europa. A primeira parada será a região escandinava, onde muitos desconhecidos da maioria do público se destacam. Um exemplo disso é o jovem Wanderson, que saiu do River do Piauí para a Suécia e fez um hat-trick na última quinta-feira, quando o GAIS goleou o Gefle por 4 a 0. No mesmo país, o meia Marcel Sacramento fez só um, e não foi suficiente para o Jonkopings, que perdeu por 5 a 3 para o Ljungskile.

A Suécia ficou para trás, mas o frio veio junto. Na Rússia, o zagueiro Leandro, que tem maior parte da carreira no leste europeu, fez o dois do Spartak Nalchik na vitória sobre o Khimki. Se Khimki, Spartak Nalchik e seu Leandro são praticamente nulos para a maioria, os próximos deixam saudades para torcedores de Internacional e Cruzeiro. O meia Alex fez de pênalti para o Spartak de Moscou contra o Saturn, naquele famoso lance que o torcedor invadiu o gramado para cobrar a penalidade. Já o duelo entre CSKA e Dinamo Moscou contou Guilherme comemorando.

Antes de chegar às grandes potências do Velho Continente, passaremos por Holanda, Bélgica, Grécia e Turquia. Na terra de Van Gogh, Claudemir contribuiu com o placar de 5 a 2 do Vitesse sobre o Top Oss. No país vizinho, o zagueiro Felipe, ex-Coritiba, balançou as redes pelo Standard Liège, enquanto Alex da Silva fez para o Sint-Truiden na derrota para o Racing Genk. Indo em direção ao sul, o futebol turco obriga uma parada. Mais uma vez por aqui, o ex-palmeirense Kahê fez o seu na vitória do Gençlerbirligi sobre o Ankaraguçu. Agora, no duelo entre os trava-línguas Eskisehirspor e Gaziantepspor, os defensores Ivan, ex-Furacão, e Julio César, ex-Real Madrid, Milan, Benfica e Olympiakos, deixaram o deles para os visitantes. Já na capital, Vederson fez o 1 a 0 do Fenerbahçe sobre o Istanbul Buyuksehir. Para completar o roteiro citado, Diogo, ex-Portuguesa, ajudou o Olympiakos a vencer o PAOK por 2 a 1, fora de casa.

nene-monaco

Nenê está bem com a camisa do Monaco

A Inglaterra é um país que não conta com muitos brasucas, mas dois deles vão aparecer por aqui. E o primeiro ainda será pela segunda vez neste texto. Eduardo da Silva deixou o seu nos 4 a 0 do Arsenal sobre o Wigan. O outro é Anderson Silva, que jogou no Uruguai e no Everton antes de balançar as redes com a camisa do Barnsley no 3 a 2 sobre o Burnley, pela Copa da Liga Inglesa. Ao fazer a travessia do Canal da Mancha, Nenê foi o único representante do nosso país na França, fazendo de pênalti na vitória do Monaco sobre o Nice.

zeroberto-x-frankfurt

Zé Roberto é o principal jogador do Hamburgo

Na Alemanha, um jogador que poderia resolver a difícil situação do Botafogo nesse ano fez sua torcida vibrar no sábado. Maicosuel anotou um nos 4 a 2 do Hoffenheim sobre o Borussia Monchengladbach. No dia seguinte, o veterano Zé Roberto deu o empate ao Hamburgo na partida com o Frankfurt. Depois dos jogos pela Bundesliga, o veterano Everson, que já defendeu clubes como Servette e Benfica, marcou dois dos quatro do Koblenz sobre o Energie Cottbus, pela copa do país.

Saindo da terra de Hitler e indo para a de Mussolini, o atacante Barreto foi emprestado pela Udinese ao Bari e deixou o seu nos 4 a 1 sobre a Atalanta. Um que fez, mas não conseguiu levar os três pontos para seu time foi Jeda, nos 2 a 1 da Internazionale sobre o Cagliari. Na Serie B, o zagueirão Fabiano fechou o placar de 3 a 1 do Lecce contra a Triestina.

danielalves-barcelona

Daniel Alves após mais uma falta perfeita

Agora partimos em direção à península Ibérica, onde o lateral Thiago Carleto, ex-Santos, inaugurou o placar para o Elche. Porém, Igor converteu penalidade e garantiu a virada do Levante pela segunda divisão espanhola. Na elite, Daniel Alves cobrou falta com perfeição nos 5 a 2 do Barcelona sobre o Atlético de Madrid. No dia seguinte, o zagueiro Michel, que surgiu na base do Flamengo, foi o único a comemorar na vitória do Almería em cima do Getafe.

Como sempre, Portugal é o ponto final da viagem pela Europa. No sábado, William abriu o marcador para o Paços Ferreira, mas Adriano, ex-Coxa, garantiu o empate do Rio Ave. Já o veterano Alan, que iniciou carreira no Ipatinga, conseguiu quebrar o Porto e garantir o 1 a 0 do Braga. No domingo, foi a vez de Edgar dar três pontos para seu time, fazendo os dois do Nacional sobre o Marítimo.

Antes de cruzar o Atlântico rumo à América do Sul, o Oriente Médio não pode ser esquecido, uma vez que lá três compatriotas tiveram felicidade na última quinta-feira. No Qatar, Leandro Silva fez o terceiro do Al Sadd contra o Al Ahli, enquanto Magno Alves e Davi José Silva foram responsáveis pelos dois tentos do Umm Salal na derrota por 3 a 2 para o Al Wakra.

Apesar de ficar mais perto de nós, os jogadores que atuam em ligas menos populares da América acabam passando sem serem percebidos, mas não aqui. Na Bolívia, Charles da Silva fechou a goleada do Bolívar sobre o Blooming. Ainda na capital de Evo Morales, Régis de Souza fez o único do La Paz no fracasso diante do Real Mamoré.

No Equador, o Espoli venceu o El Nacional por 3 a 2, e Marquinho foi quem abriu o placar para os donos da casa. Mas quem realmente conseguiu ser o destaque dos últimos sete dias ficou por último nessa lista. Andrézinho, do River Plate uruguaio, foi responsável pelo empate da sua equipe com o Danúbio, e, nesta terça, deixou o seu nos surpreendentes 4 a 1 em cima do Vitória da Bahia, em partida válida pela Copa Sulamericana.

Realmente tem muitos brasileiros ganhando a vida com o futebol pelo mundo afora, e o número de redes estufadas por eles é apenas uma amostra disso. Até a próxima quarta, com mais uma provável enxurrada verde-amarela.

Read Full Post »

6Às 10 horas da manhã da última sexta feira, 18 de setembro, recebi uma notícia muito triste. Havia morrido o ex-jogador do Corinthians, Idário, o “deus da raça”. “Sangre”, como era conhecido pela sua origem espanhola, foi campeão paulista com o time em 1954, o famoso título do IV Centenário, conquistado sobre o arquirrival Palmeiras.

Idário era famoso pela sua entrega completa ao time e por querer jogar de qualquer maneira, sem se importar com as contusões que sofria ou com a vontade dos médicos de deixá-lo de fora. O maior exemplo disso foi no ano de seu principal título pelo Timão. Ao tomar uma bolada de Jair da Rosa Pinto, ponta do Palmeiras, o lateral direito corintiano desmaiou e foi levado para fora de campo pelo médico Aroldo Campos, que tentou o segurar pelo braço, para que ele não voltasse ao campo. Em vão, já que ele se soltou e voltou correndo, para terminar o jogo, se sagrar campeão e ir comemorando com a torcida do Pacaembu até o Parque São Jorge.

Ele não aceitava sair do time, pois sabia que ninguém seria capaz de substituí-lo. Escondia feridas dos médicos, não contava que continuava a ter as fortes dores de cabeça por causa da bolada e foi, com essa raça toda que Idário disputou 475 jogos pelo alvinegro e marcou 6 gols, se tornando grande ídolo da Fiel Torcida. O defensor, revelado pelo Corinthians, afirmava que sempre que passava pelo túnel a caminho do campo, usava o frio na barriga para se transformar em um verdadeiro guerreiro.

Idário com a homenagem que recebeu do Corinthians recentemente

Depois de participar de jogos internacionais, sempre jogando muito bem, marcando individualmente seus adversários, recebeu propostas para ir jogar no Barcelona, da Espanha, mas afirmou firmemente que preferia jogar no Corinthians até o fim da vida, ou até “quando as pernas aguentassem”, como ele mesmo disse. Porém, em 1959, o treinador Silvio Pirilo mudou o posicionamento de Idário, o colocando em uma marcação por zona. Depois de uma má atuação, Idário acabou sendo demitido e foi para o Nacional Atlético Clube de São Paulo, onde jogou pouco tempo, antes de se aposentar, alegando que não conseguiria jogar por qualquer outro time.

O ex-lateral direito vinha sofrendo com diversos problemas respiratórios depois de sofrer um AVC há alguns meses. Idário tinha também problemas no coração, na visão, na audição e nos joelhos. Este último proveniente das diversas pancadas que sofreu quando jogador. Os médicos chegaram a desconfiar de um câncer, que não havia. No início do ano, em uma entrevista, o guerreiro reafirmou seu amor pelo Corinthians e agradeceu aos torcedores que estavam fazendo campanhas para ajudá-lo e levaram o caso ao presidente do Coringão, buscando ajuda no tratamento de Idário. Há quem diga que o clube ajudou e há quem diga que não. O fato é que, no dia 15 de setembro, Idário foi levado ao hospital, pois não estava se alimentando, estava desacordado e muito frio. Os médicos tentaram salvá-lo, mas não conseguiram impedir a morte do “Sangre” aos 82 anos, deixando viúva Natividade. Descanse em paz, valente guerreiro!

Ficha técnica do jogo da conquista do Paulista de 1954, Corinthians Campeão do IV Centenário:

CORINTHIANS 1 x 1 PALMEIRAS
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP), 06 de fevereiro de 1955 (domingo)
Árbitro: Esteban Marino (URU)
Gols: Luizinho (CORINTHIANS), aos 10 minutos do primeiro tempo; e Nei (PALMEIRAS), aos 7 minutos do segundo tempo.

Corinthians: Gilmar; Homero e Alan; Idário, Goiano e Roberto; Cláudio, Luizinho, Baltazar, Rafael e Simão Técnico: Oswaldo Brandão

Palmeiras: Laércio; Manoelito e Cação; Nilo, Waldemar Fiúme e Dema; Liminha, Humberto, Nei, Jair Rosa e Rodrigues Técnico: Aymoré Moreira

centenario

Time campeão do IV Centenário com Idário em destaque

Aniversariantes da semana:

Clubes:

Belenenses, Portugal, dia 23, 90 anos

ASA-AL, dia 25, 57 anos

Botafogo-PB, dia 28, 78 anos

Peñarol, Uruguai, dia 28, 109 anos

Jogadores:

Cido, ex-São Paulo, dia 22, 70 anos

Kewell, Austrália, dia 22, 31 anos

Ronaldo, Corinthians, dia 22, 33 anos

Stekelenburg, Holanda, dia 22, 27 anos

Tapia, ex-Santos, dia 22, 43 anos

Válber, Avaí, dia 22, 28 anos

Velloso, ex-Palmeiras e Atlético-MG, dia 22, 41 anos

Bonamigo, ex-Botafogo, dia 23, 49 anos

Eduardo Costa, São Paulo, dia 23, 27 anos

Fábio Aurélio, Liverpool, dia 23, 30 anos

Fábio Simplício, Palermo, dia 23, 30 anos

Marcos Aurélio, Vitória, dia 23, 32 anos

Rômulo, ex-Vasco, dia 23, 49 anos

Alvaro, ex-Seleção Brasileira, dia 24, 78 anos

Del Vecchio, ex-Seleção Brasileira, dia 24, 75 anos

Édson, Atlético-MG, dia 24, 24 anos

Riise, Noruega, dia 24, 29 anos

Hamilton, ex-Flamengo, dia 25, 48 anos

Marcão, Atlético-GO, dia 25, 24 anos

Noronha, ex-Seleção Brasileira, dia 25, 91 anos

Petit, Portugal, dia 25, 33 anos

Servílio, ex-Seleção Brasileira, dia 25, 80 anos

Zé Elias, ex-Corinthians e Santos, dia 25, 33 anos

Ballack, Alemanha, dia 26, 33 anos

Cantarelli, ex-Flamengo, dia 26, 56 anos

Cao, ex-Botafogo, dia 26, 64 anos

Cláudio Gaudagno, ex-Fluminense e São Paulo, dia 26, 41 anos

Clodoaldo, ex-Seleção Brasileira, dia 26, 60 anos

Gringo, ex-Flamengo, dia 26, 83 anos

Joãozinho Severiano, ex-Seleção Brasileira, dia 26, 68 anos

Pedro Oldoni, Atlético-MG, dia 26, 24 anos

Adalberto, ex-Palmeiras, dia 27, 48 anos

Careca, ex-Cruzeiro, dia 27, 41 anos

João Daniel, ex-Flamengo, dia 27, 63 anos

Nowak, ex-Atlético-PR, dia 27, 34 anos

Raul Plassmann, ex-Seleção Brasileira, dia 27, 65 anos

Raul Klein, ex-Seleção Brasileira, dia 27, 77 anos

Sidnei Costa, ex-Flamengo, dia 27, 54 anos

Totti, Itália, dia 27, 33 anos

Wallace, ex-Atlético-MG, dia 27, 41 anos

Wellington Monteiro, Fluminense, dia 27, 31 anos

Bianchini, ex-Seleção Brasileira, dia 28, 69 anos

Borghi, ex-Flamengo, dia 28, 45 anos

Paulinho McLaren, ex-Santos e Cruzeiro, dia 28, 46 anos

Yustrich, ex-Flamengo, dia 28, 92 anos

Zé Carlos, ex-Palmeiras, dia 28, 62 anos

Read Full Post »

Grupo A

Uma das poucas surpresas da primeira fase ocorreu neste grupo. A Juvents, em casa, empatou com o Bordeaux. Resultado ruim, mas não deve impedir a Vecchia Signora de classificar-se. Talvez complique o primeiro lugar do grupo, pois o Bayern venceu, sem dificuldades, o Maccabi Haifa por 3×0.

Grupo B

Todos os gols da história do Wolfsburg na Liga dos Campeões foram marcados por um brasileiro. Grafite balançou as redes três vezes contra o CSKA Moscou, e ajudou o time alemão a liderar seu grupo. O ex-atacante do São Paulo nunca mereceu tanto uma chance com a camisa da seleção brasileira. No outro jogo do grupo, um gol solitário de Paulo Scholes deu a vitória ao Manchester United sobre o Besiktas, na Turquia.

Grupo C

Resultado espetacular do Milan. Venceu o Olympique de Marselha por 2×1, na França. Como o time francês é seu principal rival pela segunda vaga nas oitavas, Leonardo deu um grande passo rumo à classificação. Os dois gols foram feitos por Inzaghi, um caso a ser estudado. Na outra partida, Cristiano Ronaldo também marcou duas vezes e ajudou o Real Madrid a golear o Zurique por 5×2. Foi uma semana triste para os suíços.

Grupo D

Apenas um gol neste grupo. Anelka marcou para o Chelsea contra o Porto, em Stamford Bridge. Já Atlético de Madrid e Apoel empataram sem gols. Resultado péssimo para o time espanhol, pois dificilmente mais alguém perderá pontos para a equipe cipriota.

Grupo E

Os dois mandantes venceram pela contagem mínima. Kuyt garantiu a vitória do Liverpool sobre o Debrecien, primeiro time húngaro na fase de grupos desde 1995. Na outra partida, Lyon venceu a Fiorentina. Resultado importante para o time francês, que deve brigar com o italiano por uma vaga.

Grupo F

O jogo mais esperado da fase de grupos foi, de certa forma, decepcionante. Inter de Milão e Barcelona empataram em 0x0. Os catalães foram superiores a partida inteira. Incrível como os atuais tetracampeões italianos jogam sempre da mesma forma. Ainda por este grupo, o Dinamo de Kiev venceu o Rubin Kazan por 3×1 e saiu na frente pelo terceiro lugar, que dá direito a participar da Liga Europa. Um dos gols foi de Gérson Magrão.

Grupo G

Luis Fabiano e Renato ajudaram o Sevilla a vencer o Unirea por 2×0, no grupo mais equilibrado da Champions League. Equilibrado por baixo, claro, pois os outros dois times são Rangers e Stuttgart, que empataram em 1×1.

Grupo H

Com gol de Eduardo da Silva, o Arsenal conquistou uma virada espetacular sobre o Standard Liége, após estar perdendo por 2×0. Bendtner e Vermaelen marcaram os outros tentos da equipe londrina.  O Olympiakos, nova equipe de Zico, venceu o AZ Alkmaar, na Grécia, por 1×0.

Read Full Post »

Inglaterra, Itália, França, Alemanha, a bola já está rolando pelas ligas dos principais países europeus, porém, os torcedores da Espanha ainda não têm seu campeonato nacional na ativa. Mas essa espera está perto de acabar, pois no próximo dia 29, Real Madrid e Deportivo La Coruña entram em campo para abrir a disputa do troféu mais importante da nação.

messi-lio-barcelona

Messi tentará levar o Barça a mais um título nacional

Depois de alguns anos com a Premier League ganhando maior destaque internacionalmente, essa temporada tem tudo para colocar La Liga de volta ao primeiro posto de campeonato mais atrativo do mundo, principalmente por contar com times do calibre de Barcelona e Real Madrid, normalmente já fortes, concentrando as maiores estrelas do futebol mundial.

Os catalães mantiveram sua base que levou o clube ao Triplete na última temporada, com a saída significativa apenas de Samuel Eto’o, que acabou sendo substituído por nada mais nada menos que Zlatan Ibrahimovic, craque da Internazionale de Milão que agora atuará ao lado de jogadores como Xavi, Iniesta, Henry e o provável melhor do mundo Lionel Messi.

kaka-realmadrid

Kaká terá a chance de voltar a ser o Melhor do Mundo

Para tentar tirar o título da Catalunha, o Real Madrid aparece como maior candidato, e não é a toa, a equipe conta com mais uma vez a presidência de Florentino Pérez, que gastou mais de 250 milhões de euros para montar um novo elenco galático. Depois de levar atletas como Beckham, Zidane, Figo e Ronaldo a Madrid em outros tempos, desta vez o presidente merengue escolheu Cristiano Ronaldo, Kaká, Benzema e Xabi Alonso para serem os líderes do time na tentativa de colocar o clube no topo do mundo.

Apesar de parecer uma disputa bipolar, outras equipes podem pintar para incomodar os gigantes da Espanha. Candidatos a “intrusos”, podem ser destacados Sevilla, Valência, Atlético de Madrid e Villarreal.

O clube de Sevilha agora não conta com o rival Bétis, rebaixado da elite, como adversário, e tem como maior trunfo a manutenção de Luís Fabiano, além do reforço de Negredo, destaque do Almería na última temporada espanhola.

forlan-aguero-atletico

Forlán e Agüero formam o poderoso ataque do Atlético

Mesmo atravessando uma crise financeira, o Valência conseguiu manter seus principais jogadores, como David Villa e David Silva, que foram especulados em diversas equipes européias durante a janela de transferências.

Na sombra do rival da capital, o Atlético mais uma vez aparece como possível destaque. Também na disputa da Liga dos Campeões, os torcedores alvirrubros depositam suas esperanças em sulamericanos como Máxi Rodríguez, Diego Forlán e Kun Agüero.

nilmar-villarreal

Nilmar chegou ao Villarreal com status de estrela

Sediado em uma cidade de apenas cinquenta mil habitantes, o Villarreal ganhou corpo nas últimas temporadas, inclusive chegando às semifinais da Liga dos Campeões da Europa recentemente. Sem o técnico Manuel Pellegrini, que seguiu ao Real Madrid, o Submarino Amarelo deverá lutar pela ponta da tabela com a ajuda dos brasileiros Marcos Senna e Nilmar, além do jovem Giuseppe Rossi e do experiente Robert Pirés.

Além dos seis já citados, quem poderá surpreender neste ano é o Espanyol. Após escapar milagrosamente do rebaixamento, a equipe catalã segue apostando no salvador Maurício Pochettino, que agora contará com o japonês Nakamura entre seus comandados. Porém, os jogadores terão que superar a morte do capitão Daniel Jarque.

nakamura-espanyol

Nakamura é o principal nome do Espanyol para a temporada

Depois de passar pelos concorrentes às primeiras colocações da tabela, a fuga do rebaixamento deverá ser bravamente disputada por clubes como Almería, Mallorca, Osasuna, Sporting Gijón, Valladolid e os recém-promovidos Tenerife e Xerez.

A análise está feira e todos já estão a postos para a largada do Campeonato Espanhol, que promete ser um dos melhores dos últimos tempos e o mais prestigiado da Terra. Será que o Barça conseguirá manter seu troféu? ¡Vamonos a La Liga!

Read Full Post »

Os grupos da Liga dos Campeões foram sorteados nesta tarde de quinta-feira, na bela Mônaco.

No grupo A, o cabeça-de-chave Bayern de Munique terá a companhia da Juventus, além do campeão francês Bordeaux e do israelense Maccabi Haifa. A Vecchia Signora tem todas as possibilidades de classificar-se em primeiro, seguida pelo Bayern que parece mais sério agora sob o comando de Loius Van Gaal.

Leonardo

Leonardo terá que quebrar a cabeça para classificar o Milan

Em seguida vem o grupo do tricampeão inglês. CSKA Moscou, Besiktas e o campeão alemão Wolfsburg jogarão com o Manchester United na primeira fase. Sir Alex Ferguson não deve ter dificuldades para classificar sua equipe, e a segunda vaga terá uma boa briga entre o time de Grafite e o de Zico.

A expectativa antes do sorteio era em qual grupo o Real Madrid cairia. Pelas más atuações nas ultimas Champions Leagues os madrilenos foram rebaixados ao segundo pote. O afortunado acabou sendo o Milan, do grupo C. Dessa forma, logo nos primeiros jogos pela competição européia, Kaká reencontrará seu ex-time, no qual obteve grande sucesso. O camisa 8, inclusive, tem todas as condições de bater a equipe de Leonardo nos dois duelos, pois esta, comandada pelo decadente Ronaldinho, promete uma temporada ruim. Os outros dois integrantes do grupo são Olympique de Marselha do novo contratado Lucho Gonzáles, e o coitado campeão suíço, o Zurique.

Carlo Ancelotti

Apostando na experiência de Carlo Ancelotti, o Chelsea não deve ter muitas dificuldades para passar de fase

O grupo D também promete uma grande disputa pela segunda vaga. A primeira deve ser do Chelsea, sob o comando do bicampeão da Liga, Carlo Ancelloti. Pela segunda, Porto e Atlético de Madrid farão bons duelos. O APOEL, do Chipre, deve fazer apenas figuração.

O Liverpool não terá vida fácil para classificar-se. Enfrenta o sempre chato Lyon e a Fiorentina, entretanto, Rafa Benitez deve conseguir a primeira colocação do grupo E. O Debrecen, primeiro time húngaro na fase de grupos desde a temporada 95/96, é o coitado da vez.

 

Barcelona e Inter de Milão prometem os melhores jogos dessa etapa da competição. Ambos foram sorteados no grupo F e devem classificar-se com muita facilidade. Esse duelo também terá reencontros. Eto’o joga contra sua ex-equipe, assim como Ibrahimovic, tetracampeão pelo time de Milão, agora no lado catalão. Rubin Kazan e Dínamo de Kiev brigam para chegar à Liga Europa.

Eto

Eto'o e Ibrahimovic trocaram de time, e agora enfrentam suas ex-equipes já na fase de grupo

O Grupo G é o mais equilibrado, porém por baixo. O Sevilla, recém-elevado ao primeiro pote do sorteio, recebeu a companhia de Rangers, Stuttgart e do romeno Urinea. Briga boa entre os três primeiros pelas duas vagas.

Quem se deve classificar facilmente é o Arsenal. De mais complicado em seu grupo H apenas o AZ Alkmaar, campeão holandês. Os outros dois são o Olympiakos e o Standard Liége.

Messi

Lionel Messi, artilheiro, melhor atacante e jogador da Liga dos Campeões 2008/09

O que também agitou a festa em Mônaco foi a premiação aos melhores jogadores da Liga dos Campeões passada.

Van der Sar, do vice-campeão Manchester United foi escolhido o melhor goleiro. John Terry, o melhor zagueiro. A nomeação do capitão do Chelsea é curiosa, pois os blues não chegaram nem à final. Os outros três prêmios ficaram com atletas do campeão Barcelona: Xavi foi o melhor meio-campista e Lionel Messi o melhor atacante e melhor jogador da Champions League 2008/09.

Confira os grupos e os premiados:

Grupo A: Bayern de Munique (ALE), Juventus (ITA), Bordeaux (FRA) e Maccabi Haifa (ISR)

Grupo B: Manchester United (ING), CSKA Moscou (RUS), Besiktas (TUR) e Wolfsburg (ALE)

Grupo C: Milan (ITA), Real Madrid (ESP), Olympique de Marselha (FRA) e Zurique (SUI)

Grupo D: Chelsea (ING), Porto (POR), Atlético de Madrid (ESP) e APOEL Nircosia (CHI)

Grupo E: Liverpool (ING), Lyon (FRA), Fiorentina (ITA) e Debrecen (HUN)

Grupo F: Barcelona (ESP), Inter de Milão (ITA), Dinamo de Kiev (UCR) e Rubin Kazan (RUS)

Grupo G: Sevilla (ESP), Rangers (ESC), Stuttgart (ALE) e Unirea (ROM)

Grupo H: Arsenal (ING), AZ Alkmaar (HOL), Olympiacos (GRE) e Standard de Liége (BEL)

Premiados:

Melhor goleiro: Van der Sar (Manchester United)

Melhor zagueiro: John Terry (Chelsea)

Melhor meio-campista: Xavi (Barcelona)

Melhor atacante: Messi (Barcelona)

Melhor jogador: Messi (Barcelona)

Read Full Post »

Older Posts »