Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Defederico’

E agora, José

O futebol é uma arte, mas poucos são artistas,

Hoje farei uma homenagem aos meus amigos paulistas!

Boleiros fervorosos dos mais diversos mantos,

De Corinthians, Palmeiras, São Paulo e de Santos.

A primeira vai pr’um parça que às vezes é um sono

Ele escreve aqui no “Opina”, meu brother Marcel Buono!

Sempre alviverde, amante da camisa nove,

Do artilheiro do amor, do matador Vágner Love!

Pra quem ele sempre torce: “que gols nunca erre!”

Já que no meio-campo o Palmeiras conta com o Pierre.

O time de Muricy Ramalho é o líder do Campeonato,

Mas anda vacilando e isso é um fato

Perdeu para o Timbú por três tentos a zero

Porém, o Marcel acredita: “Campeões, eu espero!”

Agora o Verdão tem o Flamengo em casa,

Tomara que não aconteça o que houve contra o ASA

Já os alvinegros só falam em Ronaldo,

Que mesmo gorducho ainda dá um caldo

Batata, biscotinho, Cicarelli e pão de mel…

Não importa o que ele coma ele é adorado na Fiel!

Passagens pela Europa o tornaram “pouco rico”

Agora, no Corinthians, temos o Defederico.

Menino argentino, brigador não vai à lona

Só tem um defeito: é adepto do Maradona!

Leandro Sarhan, Léo Sacco, e Chavedar

São “loucos por ti” – “não pára de lutar”!

E o que direi, então, do hexa-brasileiro?

Pro Adriel, meu grande brother, um baita de um parceiro:

Nos três últimos anos o tricolor foi até tri!

Mas, na nossa Copa, não teremos o Morumbi (brincadeirinha)

A equipe anda bem, servindo à seleção

André Dias e Miranda já foram chamados pelo “patrão”

Sempre bem montando, sempre com bons nomes,

Esse é o time do ex-zagueiro Ricardo Gomes!

Pra finalizar vem o Peixe e suas meninas

Que, ao contrário dos marmanjos, fortalecem as minhas rimas!

Mostrando para o mundo que sabem usar os pés,

Trouxeram até a Marta pra usar a camisa 10

Já homens não vão bem, como isso pode?

Essas rimas meio aquáticas vão pro parceiro God

Mas, não fica triste, vocês tem um tal de “Ganso”

Que, diferente do Neymar, não dá uma de “manso”

Joga muito esse menino, tem classe e é de primeira!

Pena, que na frente, quem tá é o Kléber Pereira!

E assim vai terminando essa singela homenagem

Aos 4 de São Paulo que não estão de sacanagem

Já que lá no Rio o amadorismo é o que impera,

Escrevo essas linhas pr’um futebol que é mesmo fera

Anúncios

Read Full Post »

Corinthians

Depois do empate contra o clássico contra o São Paulo no último domingo, o Timão teve uma semana tranquila se preparando para enfrentar o Atlético-PR no sábado. Dentinho renovou seu contrato até 2013. Ronaldo ficou de segunda até quarta feira em Madrid resolvendo problemas pessoais, mas enfrenta o Furacão depois de treinar nos dois últimos dias da semana. Edno deve estreiar no meio de campo, enquanto Defederico ficará como opção no banco de reservas, por ser muito fraco fisicamente, segundo o técnico Mano Menezes..

Barueri

A Abelha foi derrotada pelo Cruzeiro na última rodada, quando teve a volta de sua grande estrela, o meia atacante Fernandinho, que foi desejado por muitos times grandes, mas acabou ficando no Barueri. Fernandinho acabou expulso e desfalca a equipe no confronto com o Atlétic-MG. O atacante Branquinho foi regularizado na CBF, apareceu no BID e pode ser utilizado a partir da próxima rodada pelo técnico Diego Cerri.

Fluminense

O time carioca voltou a vencer no Brasileirão, ao bater o Avaí por 3 a 2 no Maracanã. Com a vitória, os torcedores mais otimistas já veem força para o time sair da zona de rebaixamento, mas a verdade é que a situação do Flu é muito complicada. O time enfrentou na quinta feira o Alianza Atlético, no Maracanã e sai com a vitória, o que pode ser mais uma motivação para o time de Cuca buscar um bom resultado no clássico contra o Flamengo neste final de semana.

Sport

Assim como o Tricolor carioca, o Sport venceu em casa na última rodada, mas ainda vive situação complicada no Brasileirão. O time tem 23 pontos e está a 3 do Náutico, primeiro time fora da Zona de Rebaixamento. Isso pode parecer tranquilo, mas o time pernambucano vai enfrentar o Grêmio no Olímpico, onde o time gaúcho é praticamente invencível. Luciano Henrique deve completar 100 jogos pelo Leão neste domingo. Péricles Chamusca foi absolvido pelo STJD e ficará no banco para comandar seu time.

Read Full Post »

1) Tendo o dito melhor time do país

Essa aula vem direto do Rio Grande do Sul e é ministrada com primor no Brasileirão pelo professor Tite. Comandando o Internacional o treinador, conhecido por ser especialista em tirar times do buraco, está colocando o Colorado em uma roubada atrás da outra em pleno ano de centenário. Após ser campeão gaúcho em uma final que nem contou com o Grêmio e que terminou mais uma vez em goleada histórica, o clube dos Pampas foi simplesmente limpado do mapa na final da Copa do Brasil. O Inter se mostra medroso na maioria das vezes e o elenco, recheado de qualidades técnicas, não parece suportar a pressão do rótulo que a imprensa impôs. E o segundo semestre parece cada vez mais ir por água abaixo. Lutando pelo título brasileiro, os gaúchos estão desde o início do certame na corrida atrás de outro time. Não importando qual o adversário que está na frente, Tite sempre vê seus comandados fracassarem na busca pela ponta. Este final de semana ficou marcado pela derrota para o Vitória, que acabou com qualquer chance colorada de chegar ao primeiro lugar. As retrancas montadas pelo treinador parecem ser cada vez mais motivo de alegria para aqueles que disputam com o Inter. Mesmo com um elenco quase que galático – sim, no âmbito nacional Guiñazu, D’Alessandro, Taison e o agora ausente Nilmar são jogadores galáticos – o Internacional se vê cada vez mais sem poder de chegada. Deve perder um título que era dado como certo (mais um) e irá ter, no fim das contas, comemorado seu centenário só com um Estadual. Bela aula.

2) Achando que férias têm seis meses

A qualidade de Mano Menezes é indiscutível. Arrisco dizer que ele é hoje o melhor técnico do Brasil. Montou um time que saiu da série B para vencer de forma invicta o Paulistão e para abocanhar a Copa do Brasil, ambas as conquistas efetuadas com o clube jogando o melhor futebol até então no país. Mas os títulos parecem ter acabado com a gana corintiana. Claro, as perdas de André Santos, Cristian e Douglas foram muito sentidas. Algumas lesões também foram prejudiciais. Mas a derrota para o Goiás, no último fim de semana, por exemplo, foi prova concreta da falta de interesse do Alvinegro do Parque São Jorge no torneio. Atuando sem vontade alguma o Timão não se contagiou nem com os 30 mil torcedores que lotavam o Pacaembu e muito menos com as voltas tão esperadas de Alessandro e, principalmente, Ronaldo. A derrota para o Esmeraldino sepultou as já escassas chances de título. Agora sim, o Corinthians pode entrar de férias. Mas Mano e a diretoria erraram em deixar o clima de oba-oba tomar posse do elenco. E me perdoem se discordarem, mas esse foi sim o clima do Timão depois de conquistar o tri da Copa do Brasil.

3) Sendo cavalo paraguaio

PhD no assunto, quem dará a última parte da aula é Celso Roth. Se colocarmos no Google os termos de pesquisa “cavalo paraguaio”, sem sombras de dúvida iremos ver o buscador responder: “Você quis dizer: Celso Roth”.  O atual comandante do Atlético Mineiro ganhará neste ano um importante bicampeonato, o de treinador que mais nada, nada, nada e morre na praia. Não discordo daqueles que diziam desde o começo que o elenco do Galo era limitado. Sim, era. Para começar, confiar no Diego Tardelli já é começar mal. Mas os mineiros jogaram bem durante um turno todo. Chegaram lá como há tempos não chegavam. Não me recordo de nenhuma campanha tão entusiasmante dos atleticanos na Era Pontos Corridos. Mas assim como fez em 2008 com o Grêmio, Roth conseguiu perder o fio da meada e mais uma vez está comendo poeira. Assolado por Goiás, Grêmio e até pelo Barueri (!!!), o Atlético corre o risco de deixar o posto de possível campeão e terminar o Brasileirão apenas classificado para a Sul-Americana. Uma aula de mestrado de Roth. Mais uma vez.

Que fique a lição para São Paulo e Palmeiras… ninguém está imune à síndrome da amarelite paraguaia aguda. Ninguém.

Cutucadas

– Seu time tomar quatro gols já é deprimente. Com você falhando em três, talvez seja o caso de suicídio. Tomara que Diego, (péssimo) zagueiro/lateral-esquerdo do Corinthians, não ouça isso. Não quero que ele se mate

– O Fluminense carimbou mais do que nunca seu passaporte para a Segundona. E o Grêmio fez questão de dar logo cinco carimbadas no circo, digo clube das Laranjeiras

Defederico é o presente de natal da Fiel… e para 2018, pelo jeito.

– Continuo inconformado de a rodada só terminar na quarta-feira por exigência da TV. As durezas de ser brasileiro…

Read Full Post »

Corinthians

O Timão empatou, nesta quarta feira, por 1 a 1 com o Coritiba, no Paraná. O gol corintiano foi marcado por Dentinho. Com apenas 7 pontos a menos do líder, a torcida ainda sonha com o título e, por isso, comprou mais de 20 mil ingressos antecipados para a partida deste domingo, contra o Goiás, no Pacaembu. Além da chance do terceiro troféu do ano, os torcedores tem a esperança de assistir a volta de Ronaldo, recuperado de lesão, e a estreia da jovem promessa Matias Defederico, que não acontecerá, pois os documentos não chegaram a tempo. Outro destaque foi a contratação do meia atacante Edno, que estava na Portuguesa e era desejado por todos os grandes clubes de São Paulo e já treina no Corinthians.

Barueri

Depois de ter vencido bem o Goiás por 3 a 1 na Arena Barueri, com uma atuação de gala de Márcio Careca, a Abelha teve uma semana inteira para trabalhar e focar suas forças na preparação para o jogo contra o Avaí, neste fim de semana. Além disso, o time do interior paulista acertou o desligamento do meia Rodrigo Fuska, que fechou com o Botafogo, time de Estevam Soares, ex-treinador do Barueri. O meio campista era considerado uma grande promessa, mas sofreu com lesões e não teve uma sequência de jogos. A boa notícia da semana ficou para Xandão, zagueiro que foi absolvido pelo STJD e não desfalcará mais a Abelha.

Sport

Após a derrota por 3 a 0 para o Flamengo, no último fim de semana, o clima no Sport piorou ainda mais. O técnico Péricles Chamusca utilizou a semana para fazer diversos testes na equipe, buscando alguma solução para a situação incômoda que vive o rubro negro. Grande ídolo do time nos últimos anos, Fumagalli não vinha rendendo o esperado e acabou sendo negociado com o Vasco, para jogar o restante da Série B. Além disso, o destaque do time no Brasileirão, o polivalente Fabiano se contundiu e desfalca o time não só na Arena, contra o Atlético, mas por 15 dias.

Fluminense

O clássico carioca do final de semana passado foi, no mínimo, vergonhoso para Fluminense e Botafogo. O resultado foi um 0 a 0 sem graça e sem sal, piorando a situação do Flu na tabela, se é que isso era possível. O time, com apenas 18 pontos em 24 jogos, já está praticamente rebaixado, com 95% de chances de cair. Cuca, o técnico, busca um milagre nos treinamentos, ensaiando mudar o esquema da equipe para o 3-6-1, buscando um time mais compacto e competitivo. Neste domingo, o Tricolor carioca visita o Grêmio, melhor mandante do Brasileirão, buscando quebrar um tabu de 6 meses sem vencer fora do Rio de Janeiro, missão complicada.

Read Full Post »

Corinthians

A semana do alvinegro paulista não foi muito movimentada. Sem jogo por dois finais de semana seguidos, Mano Menezes levou seus comandados para Itu, para se concentrarem para o jogo contra o Coritiba, dia 16. Marcelo Mattos apareceu no BID da CBF e está liberado para jogar. Defederico ainda não esteve no BID, mas deve sair antes do jogo da próxima quarta. Ronaldo voltou aos treinos e marcou no coletivo. Edu, William e Alessandro ainda se recuperam de lesões, mas podem ir ao jogo.

Barueri

Depois da derrota para o Palmeiras, o Grêmio Barueri teve uma semana interessante. Os últimos sete dias da Abelha foram bons. Primeiro, na terça feira, o time do interior paulista teve o zagueiro André Luiz punido por apenas um jogo pela expulsão contra o Fluminense, que já foi cumprido e, por isso, ele está liberado para enfrentar o Goiás. A outra boa notícia foi a contratação do experiente volante Marcos Assunção, ex-Flamengo, Santo, Roma e Betis, que estava nos Emirados Árabes.

Fluminense

Pela primeira vez desde que assumiu o Flu, o técnico Cuca teve uma semana inteira para trabalhar e levou o seu time para Mangaratiba, onde busca forças para reagir no Brasileirão. O time terá na próxima semana um clássico contra o Botafogo, velho conhecido de Cuca, que fará várias mudanças na equipe para a partida deste domingo, quando o meia argentino Equi González fará sua estreia. Na parte política, a oposição cumpriu a promessa e entregou um pedido de impeachment do presidente falastrão Roberto Horcades.

Sport

Como não podia deixar de ser, o Sport, penúltimo colocado do Brasileirão, teve uma semana complicada. Um de seus grandes ídolos dos últimos anos, Fumagalli, está cada dia mais perto de deixar o clube. Fora isso, o técnico Péricles Chamusca está tendo trabalho para escalar o time que enfrenta o Flamengo, na próxima rodada, já que tem três desfalques importantes: Igor, Andrade e Luciano Henrique. Fora isso, foi lançado o novo uniforme do Leão.

Read Full Post »

Há tempos o Brasil não via um time tão envolvente e empolgante quanto o Corinthians do primeiro semestre de 2009. Qualquer corintiano sabe de cor a escalação de Felipe, Alessandro, Chicão, William, André Santos, Cristian, Elias, Douglas, Jorge Henrique, Dentinho e Ronaldo, com Mano Menezes no banco. O Paulistão invicto e a Copa do Brasil foram as provas de que o time estava em ponto de bala. Estava. A janela aberta de contratação e os euros turcos e árabes desmontaram o Timão. Foram embora Cristian, André Santos e Douglas. O Corinthians, já todo desmontado, ainda perdeu Alessandro e Ronaldo por lesão.

de-federico-huracanOs ótimos momentos presenciados pela Fiel viraram um filme de horror com os sentidos desfalques. O meio-campo, antes um dos melhores do Brasil, mostrou fragilidade ao perder seu marcador e seu armador. Revelou, de certo, o ótimo Jucilei e ganhou o veterano Edu. Mas mesmo assim não recuperou o toque de bola cadenciado e envolvente. Clamou, e muito, por contratação. E, ao que parece, as esperanças serão depositadas no jovem argentino Matías Defederico.

Rápido e habilidoso, o hermano canhoto é chamado por muitos em sua terra natal de “o novo Messi”. Ganhou chance na Seleção de Diego Maradona quando só jogadores que atuavam na Argentina foram convocados. Fez um golaço, não se escondeu e ganhou ainda mais elogios. Os jornais afirmam que será do Timão na próxima semana. Para isso o alvinegro desembolsaria US$4,5 milhões por 80% de seus direitos. A Nike estaria envolvida e campanhas de marketing em cima do jovem seriam feitas ao longo de 2010, ano do centenário corintiano.

Carnavais à parte, fica a dúvida na cabeça do torcedor: será que Defederico realmente corresponderá às expectativas. Afinal, ser comparado ao craque Lionel Messi é para poucos. E não é certo. Na verdade, não é nem o que o Corinthians precisa. Não, não sou louco ao ponto de falar que um Messi não cairia bem no time paulista. Claro que não. Mas o reforço não precisará ser tudo isso para se dar bem. Até porque entrará em um meio-campo carente. Precisará, e muito, de personalidade. Será dele a missão de recolocar o setor que já foi o melhor do Brasil de volta aos trilhos da vitória. Gerará, é claro, expectativas.

É um garoto que tem tudo para se dar bem. Mas esqueçamos o “novo Messi”. Pensemos em Matías Defederico, novo reforço do Corinthians. Pode ter sido uma das melhores contratações da História do time, em custo-benefício, se render o que se espera. Pode, em breve, gerar altos lucros para a clube do Parque São Jorge. Mas não pode ser a válvula de escape.

Que ele saiba, de primeira, que a Fiel está de braços abertos… Boa sorte, Defederico!

Read Full Post »