Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Diego Tardelli’

Assim como foi feito no final de cada rodada deste Campeonato Brasileiro, a Equipe do OpinaFute não podia deixar de fazer uma Seleção da competição.

Para a Seleção ser feita, cada um dos integrantes da equipe do site fez um selecionado próprio e, no final, os onze jogadores mais vezes escolhidos foram eleitos para a Seleção do Brasileirão 2009.

Victor – Grêmio

O goleiro do Tricolor Gaúcho se destacou mais uma vez com sua equipe, fazendo sempre grandes partidas e sendo o jogador mais importante do Grêmio. Suas boas atuações chamaram a atenção do técnico Dunga e vem sido convocado constantemente para as partidas que antecedem a Copa da África. Dificilmente fica de fora do Mundial de 2010.

Jonathan – Cruzeiro

Com seu estilo ofensivo de jogar, foi um dos destaques do Cruzeiro até mesmo quando a equipe celeste não vivia sua melhor fase. Assim como o time todo, subiu muito de rendimento no segundo turno do Brasileirão, após o baque da perda da Libertadores ter passado.

Miranda – São Paulo

Assim como Victor, está praticamente garantido na Copa do ano que vem. Cada vez mais se firma como principal zagueiro em atividade no Brasil, se destacando não só na marcação como nas subidas ao ataque. Sua calma é algo difícil de se ver nos defensores da atualidade.

Réver – Grêmio

Apesar de não se mais um garoto, ganhou mais destaque neste ano. Ainda mais do que Miranda, é um zagueiro que se destaca na jogada aérea e que sempre que vai ao ataque leva perigo. Marcou muitos gols importantes pelo Tricolor Gaúcho e também mostra muita segurança na defesa.

Júlio César – Goiás

Ganhou maior destaque na primeira parte do Brasileirão, quando o Goiás ia bem. Com isso, chamou atenção de muitos grandes clubes, principalmente do Corinthians. Tem um estilo muito ofensivo e, por isso, marcou muitos gols. Suas atuações no meio de campo também foram um ponto forte.

Willians – Flamengo

Um total cão de guarda para a zaga do campeão nacional. Viveu alguns altos e baixos durante o Campeonato, mas foi um jogador muito importante para o título rubronegro. Incansável em campo, fez a diferença em muitas partidas.

Pierre – Palmeiras

Coincidência ou não, o alviverde viveu sua pior fase no Brasileirão quando ele se contundiu. É diferencial quando está em campo, tanto pela disposição e marcação, quanto por sua liderança. Exemplo de raça para os companheiros e para a torcida, foi um dos poucos que não ficaram manchados com o vexame do Verdão no Brasileiro.

Diego Souza – Palmeiras

Fez um primeiro turno impecável, assim como grande parte da equipe, mas sofreu muito na segunda parte da competição, quando perdeu seus companheiros Cleiton Xavier e Pierre no meio de campo. Mesmo assim, decidiu jogos a favor do Verdão, muitas vezes com golaços, como o que marcou do meio de campo, contra o Atlético-MG.

Petkovic – Flamengo

Velho? Pode ser. Acabado? Nem pensar. Fez, neste Brasileirão, o que ninguém acreditava. Ressurgiu depois de algumas passagens fracassadas por algumas equipes e foi o maestro que levou o Mengão a um título que a torcida esperava há mais de 15 anos. Quanto mais importante a partida, mais ele jogava.

Diego Tardelli – Atlético Mineiro

Um dos artilheiros do Brasileirão, foi o responsável pelo Galo brigar pelo título por tanto tempo. Virou ídolo da torcida rapidamente e com razão. O Atlético era apontado por muitos como candidato ao rebaixamento e ele foi o responsável por mudar isso. Mesmo que não tenha ganho nada, fez o torcedor atleticano ter orgulho de seu time novamente.

Adriano – Flamengo

Depois de anunciar sua aposentadoria depois de deixar a Inter de Milão, o Imperador voltou em grande estilo ao futebol (mesmo que só tenha o deixado por poucas semanas). Foi, junto com Tardelli, artilheiro do Brasileirão e, junto com Pet, o grande responsável pelo título do Mengão. Mostrou que, quando quer, joga muita bola.

Técnico: Silas – Avaí

Se, no início do Campeonato, alguém lhe dissesse que o Avaí ficaria em sexto lugar no Campeonato, você provavelmente não acreditaria. Ainda mais depois do início ruim da equipe. Silas, entretanto, foi o técnico que conseguiu este feito. Tanto que, ao final do Brasileiro, ele já acertou com o Grêmio e tenta cravar seu nome no hall dos grandes técnicos do Brasil.

Revelação: Jucilei – Corinthians

Chegou pouco antes do início do Campeonato, estreiou na primeira rodada e, antes da virada dos turnos, já era titular absoluto. Aos 21 anos, jogou de volante e de lateral e, em ambas posições, mostrou muita qualidade, persnonalidade e identificação com a torcida. Ponto para a diretoria que achou o jogador no J. Malucelli.

Craque: Petkovic – Flamengo

Voltou ao clube por causa de uma dívida. Muitos falaram mal da contratação, disseram que se tratava de um jogador acabado e que não ia adicionar nada ao Mengão. Ele provou a todos que ainda podia jogar, que podia ser titular e que, ainda mais, podia decidir não só partidas como um Campeonato. A virada flamenguista aconteceu quando ele virou titular. Deixou ainda mais seu nome gravado na História do Fla.

Anúncios

Read Full Post »

Victor – Grêmio

Lembrando com constância por Dunga na Seleção, o arqueiro gremista foi um dos grandes destaques de seu time, parando com excelentes defesas o ataque do Coritiba.

Jonathan – Cruzeiro

Ótima opção pela direita, o lateral foi uma válvula de escape para o Cruzeiro conseguir chegar ao campo de ataque. Quando a equipe mais precisou, deu ótimo passe para Thiago Ribeiro marcar o gol da vitória celeste.

Gum – Fluminense

O zagueirão deu algumas esperanças aos torcedores do Flu marcando os dois gols de seu time no empate contra o poderoso Internacional.

Durval – Sport

Em um dos poucos jogos bons do Sport no Campeonato Brasileiro, Durval foi um dos destaques. O zagueiro não deu espaço para o ataque corintiano e ainda subiu bem ao ataque, levando perigo ao gol paulista com belos chutes de longa distância.

Thiago Feltri – Atlético Mineiro

Cada vez mais o lateral esquerdo – que por vezes atua como zagueiro – vem se firmando como um dos destaques da posição neste Brasileiro. Contra o São Paulo, fechou seu lado contra as investidas tricolores e ainda conseguiu conduzir a bola ao ataque com a ajuda de seus companheiros de meio-campo.

Marquinhos – Avaí

O meia marcou um golaço que iniciou a reação do Avaí diante do Goiás. A vitória dos catarinenses, que ainda contou com ótima movimentação do jogador, fez com que a vaga na Libertadores voltasse a ser um sonho em Santa Catarina.

Ricardinho – Atlético Mineiro

Assumindo o papel de cérebro do Galo o meia vem provando que pode ser um jogador muito útil para o time mineiro. Na partida contra o São Paulo, comandou o meio de campo de sua equipe e a levou ao ataque, ajudando a garantir uma excelente vitória alvinegra em pleno Morumbi.

Petkovic – Flamengo

Sem sombras de dúvida o craque da rodada. Em pleno Palestra Itália anotou os dois gols de seu Flamengo na vitória sobre o líder Palmeiras. Ao abrir o placar o sérvio deixou meio time palmeirense no chão e no segundo anotou em cobrança de escanteio, com um golaço olímpico. É o responsável pela campanha do Fla rumo à Libertadores – e quem sabe ao título.

Souza – Grêmio

Essencial na campanha gremista no Brasileirão, o meia anotou mais um gol e ajudou o seu Tricolor a vencer o Coritiba, deixando o time do Rio Grande do Sul um pouco mais próximo do G4 e, logo, mais próximo de uma vaga na Libertadores em 2010.

Arce – Sport

Depois de servir a seleção da Bolívia o atacante prometeu que o seu Sport venceria seu ex-time, o Corinthians. Promessa dita, promessa feita: o veloz boliviano deixou o zagueiro William torto ao anotar o primeiro gol pernambucano e ainda foi responsável por puxar a maioria dos contra-ataques do Leão.

Diego Tardelli – Atlético Mineiro

A atuação do atacante do Galo não foi das melhores tendo em vista todos os jogos que o jogador, presença na última lista de Dunga, tem feito. Mas o gol relâmpago de Tardelli colocou o Atlético de volta na luta pelo título brasileiro.

Técnico  – Andrade – Flamengo

Andrade viajou até São Paulo para enfrentar o líder Palmeiras e não fez feio: a vitória por 2 a 0 consolida a ótima campanha do Fla no returno do Brasileirão.

Craque da Rodada

Petkovic, Flamengo

Read Full Post »

Palmeiras

Com time bastante desfalcado, o Verdão foi derrotado pelo Náutico na segunda-feira mas manteve os cinco pontos de vantagem sobre o São Paulo. Mas o assunto da semana foi a presença ou não do atacante Obina no duelo do domingo diante do Flamengo. Por causa da alta multa, o jogador, que está emprestado pelo rubro-negro, não entrará em campo. Por outro lado, o time de Muricy contará com os retornos de Diego Souza e Armero.

Atlético Mineiro

Após ser derrotado no clássico mineiro, o Galo se preparou durante a semana, principalmente as jogadas aéreas, para enfrentar o São Paulo no Morumbi, neste sábado. Para conseguir os três pontos, o técnico Celso Roth contará com o retorno do artilheiro Diego Tardelli, que estava servindo a Seleção Brasileira, além da presença de Ricardinho, que deverá ter condições de atuar durante os noventa minutos.

Atlético Paranaense

Depois de conseguir arrancar importante empate por 1 a 1 com o Internacional, em pleno Beira-Rio, o técnico Antônio Lopes aposta na sequência de jogos em casa para subir na tabela do Brasileirão. O primeiro adversário é o Santo André, e o Furacão contará com o jovem Manoel, que treinou separado durante a semana. Além do zagueiro, Wesley, Wallyson e Alex Mineiro devem formar o ataque rubro-negro.

Náutico

O Timbú ganhou moral com a bela vitória por 3 a 0 sobre o líder Palmeiras, e agora terá um duelo nordestino pela frente. Diante do Vitória, em pleno Barradão, o time pernambucano continuará tentando deixar a zona de rebaixamento, e para isso, o técnico Geninho deverá escalar o mesmo time da última partida, tendo apenas dúvida entre Rudinei e Juliano.

Read Full Post »

selecao-da-rodada7

Rafael – Fluminense

O Tricolor finalmente conseguiu quebrar a longa série de partidas sem vitória, e muito graças ao jovem goleiro, que fez verdadeiros milagres diante do atacante avaiano.

Figueroa – Palmeiras

O chileno fez sua primeira partida como titular e saiu-se muito bem em frente à torcida, que lotou o Palestra Itália. Apoiou bastante o ataque, inclusive fazendo o gol de abertura do marcador. Ainda foi o responsável pela cobrança de escanteio no segundo tento.

Pereira – Coritiba

O zagueirão mostrou segurança diante do Náutico e foi um dos responsáveis pela manutenção do zero pernambucano no Couto Pereira.

Danilo – Palmeiras

Simplesmente o nome do jogo. O Verdão pagou 100 mil reais para contar com o zagueiro contra o Furacão. Fez o lançamento para o gol de Figueroa, anotou o segundo em um belo chute e ainda evitou o empate dos curitibanos tirando bola em cima da linha. Valeu cada centavo.

Luciano Amaral – Coritiba

O lateral foi muito bem na partida contra o Timbú. Não deixou que o adversário criasse grande perigo pela sua ala de campo e ainda conseguiu em algumas oportunidades dar trabalho à defesa rival.

Correa – Atlético Mineiro

O meiocampista ainda tem a batida na bola como seu ponto forte, e foi assim que deu mais uma assistência neste domingo. Sempre leva perigo nas bolas paradas.

Leandro Donizete – Coritiba

O volante mostrou muita disposição na vitória por 2 a 0 e foi o primeiro homem responsável pela contenção do ataque do Náutico, muito bem realizada.

Conca – Fluminense

O argentino realmente é o jogador mais lúcido do Tricolor. Mais uma vez teve bela atuação, e desta vez seu time conseguiu sair com a vitória. No Maracanã, armou a maioria das jogadas e ainda conseguiu roubar muitas bolas dos adversários.

Leandro Domingues – Vitória

Apesar de ter o artilheiro Roger no elenco, o meiocampista é o principal jogador do time baiano. Quando joga bem, a equipe acompanha, e foi isso que aconteceu diante do Botafogo. Comandou o meio de campo, fazendo um gol e dando passe para outro.

Marcelinho Paraíba – Coritiba

O veterano atacante mais uma vez dá as caras por aqui. Principal atleta do Coxa, costuma levar o time nas costas, como fez diante do Náutico. Deixou Rômulo na cara do gol para marcar o primeiro e fechou a vitória no segundo tempo.

Diego Tardelli – Atlético Mineiro

Convocado mais uma vez para a Seleção Brasileira, o atacante mostrou novamente que tem qualidade para integrar o elenco de Dunga. Contra o Santos, colocou mais dois tentos em sua conta e está na artilharia do Brasileirão.

Técnico: Vágner Mancini – Vitória

Conseguiu montar o time de maneira a anular o ataque, mesmo que fraco, do Botafogo. Deu liberdade a Leandro Domingues, que comandou a equipe dentro de campo, e agiu bem nas entradas de William e Gláucio como maneira de manter a vitória em pleno Engenhão.

Craque da rodada:

danilo-palmeiras

Danilo - Palmeiras

Read Full Post »

Palmeiras

A semana foi praticamente perfeita para o Palmeiras. Depois de ver os principais concorrentes ao título tropeçarem no final de semana, o Verdão completou a rodada na quarta-feira e conseguiu bela vitória sobre o Cruzeiro, em pleno Mineirão, isolando-se na liderança da competição. Porém, para o duelo deste sábado contra o Atlético Paranaense, terá as ausências de Cleiton Xavier, Armero, Danilo e Wendel. Outro que em breve desfalcará o elenco será Diego Souza, que novamente foi convocado por Dunga.

Atlético Mineiro

Depois de ficar no zero com o Náutico, em Recife, o Galo viu o seu principal jogador, o atacante Diego Tardelli, ser mais uma vez convocado para defender a Seleção Brasileira. Porém, o artilheiro ainda joga neste final de semana, contra o Santos. Para o embate contra o Peixe, no Mineirão, o técnico Celso Roth também contará com o pentacampeão Ricardinho, que deverá fazer sua estreia com a camisa alvinegra.

Atlético Paranaense

Após bater o Sport por um magro 1 a 0, em plena Arena, o fraco futebol apresentado foi reconhecido por todos. Em busca de uma melhor colocação na tabela, a diretoria do Furacão acertou os reforços dos atacantes Rodrigo Tiuí e Brasão, além do zagueiro Everton. Outra boa notícia para os rubro-negros foi a liberação do técnico Antônio Lopes para comandar o time neste sábado, diante do Palmeiras.

Náutico

Ainda muito ameaçado pelo rebaixamento, o Timbu empatou no último final de semana contra o Atlético Mineiro e ao longo da semana o técnico Geninho comemorou as chegadas de Tuta, Élton, Bruno Mineiro e Irênio. E para o duelo contra o Coritiba, fora de casa, Irênio e Tuta poderão fazer suas estreias. Além dos novos reforços, Anderson Santana entrará na vaga de Michel.

Read Full Post »

1) Tendo o dito melhor time do país

Essa aula vem direto do Rio Grande do Sul e é ministrada com primor no Brasileirão pelo professor Tite. Comandando o Internacional o treinador, conhecido por ser especialista em tirar times do buraco, está colocando o Colorado em uma roubada atrás da outra em pleno ano de centenário. Após ser campeão gaúcho em uma final que nem contou com o Grêmio e que terminou mais uma vez em goleada histórica, o clube dos Pampas foi simplesmente limpado do mapa na final da Copa do Brasil. O Inter se mostra medroso na maioria das vezes e o elenco, recheado de qualidades técnicas, não parece suportar a pressão do rótulo que a imprensa impôs. E o segundo semestre parece cada vez mais ir por água abaixo. Lutando pelo título brasileiro, os gaúchos estão desde o início do certame na corrida atrás de outro time. Não importando qual o adversário que está na frente, Tite sempre vê seus comandados fracassarem na busca pela ponta. Este final de semana ficou marcado pela derrota para o Vitória, que acabou com qualquer chance colorada de chegar ao primeiro lugar. As retrancas montadas pelo treinador parecem ser cada vez mais motivo de alegria para aqueles que disputam com o Inter. Mesmo com um elenco quase que galático – sim, no âmbito nacional Guiñazu, D’Alessandro, Taison e o agora ausente Nilmar são jogadores galáticos – o Internacional se vê cada vez mais sem poder de chegada. Deve perder um título que era dado como certo (mais um) e irá ter, no fim das contas, comemorado seu centenário só com um Estadual. Bela aula.

2) Achando que férias têm seis meses

A qualidade de Mano Menezes é indiscutível. Arrisco dizer que ele é hoje o melhor técnico do Brasil. Montou um time que saiu da série B para vencer de forma invicta o Paulistão e para abocanhar a Copa do Brasil, ambas as conquistas efetuadas com o clube jogando o melhor futebol até então no país. Mas os títulos parecem ter acabado com a gana corintiana. Claro, as perdas de André Santos, Cristian e Douglas foram muito sentidas. Algumas lesões também foram prejudiciais. Mas a derrota para o Goiás, no último fim de semana, por exemplo, foi prova concreta da falta de interesse do Alvinegro do Parque São Jorge no torneio. Atuando sem vontade alguma o Timão não se contagiou nem com os 30 mil torcedores que lotavam o Pacaembu e muito menos com as voltas tão esperadas de Alessandro e, principalmente, Ronaldo. A derrota para o Esmeraldino sepultou as já escassas chances de título. Agora sim, o Corinthians pode entrar de férias. Mas Mano e a diretoria erraram em deixar o clima de oba-oba tomar posse do elenco. E me perdoem se discordarem, mas esse foi sim o clima do Timão depois de conquistar o tri da Copa do Brasil.

3) Sendo cavalo paraguaio

PhD no assunto, quem dará a última parte da aula é Celso Roth. Se colocarmos no Google os termos de pesquisa “cavalo paraguaio”, sem sombras de dúvida iremos ver o buscador responder: “Você quis dizer: Celso Roth”.  O atual comandante do Atlético Mineiro ganhará neste ano um importante bicampeonato, o de treinador que mais nada, nada, nada e morre na praia. Não discordo daqueles que diziam desde o começo que o elenco do Galo era limitado. Sim, era. Para começar, confiar no Diego Tardelli já é começar mal. Mas os mineiros jogaram bem durante um turno todo. Chegaram lá como há tempos não chegavam. Não me recordo de nenhuma campanha tão entusiasmante dos atleticanos na Era Pontos Corridos. Mas assim como fez em 2008 com o Grêmio, Roth conseguiu perder o fio da meada e mais uma vez está comendo poeira. Assolado por Goiás, Grêmio e até pelo Barueri (!!!), o Atlético corre o risco de deixar o posto de possível campeão e terminar o Brasileirão apenas classificado para a Sul-Americana. Uma aula de mestrado de Roth. Mais uma vez.

Que fique a lição para São Paulo e Palmeiras… ninguém está imune à síndrome da amarelite paraguaia aguda. Ninguém.

Cutucadas

– Seu time tomar quatro gols já é deprimente. Com você falhando em três, talvez seja o caso de suicídio. Tomara que Diego, (péssimo) zagueiro/lateral-esquerdo do Corinthians, não ouça isso. Não quero que ele se mate

– O Fluminense carimbou mais do que nunca seu passaporte para a Segundona. E o Grêmio fez questão de dar logo cinco carimbadas no circo, digo clube das Laranjeiras

Defederico é o presente de natal da Fiel… e para 2018, pelo jeito.

– Continuo inconformado de a rodada só terminar na quarta-feira por exigência da TV. As durezas de ser brasileiro…

Read Full Post »

Palmeiras

Depois de vencer o Barueri com gol do estreante Vágner Love, o Verdão treinou durante toda a semana para manter a liderança diante do Vitória, no próximo domingo. Nesse período, dois jogadores se destacaram, e não pelos treinamento. Diego Souza e Cleiton Xavier foram convocados para a Seleção Brasileira para o duelo contra o Chile. Por falar em Chile, o meia Valdívia voltou a afirmar que a possibilidade de voltar ao Palestra Itália em 2010 é grande, para a alegria dos torcedores. Ainda na questão de contratações, os nomes de Edu Dracena e Edno seguem fortes para reforçar o time ainda neste Brasileirão.

Atlético Mineiro

A semana do Galo começou com nova convocação do atacante Diego Tardelli para a Seleção Brasileira, que entrou no segundo tempo diante do Chile. Além da valorização do artilheiro, reforços não pararam de chegar em Belo Horizonte. Após as chegadas de Carini, Marques e Benitez, que já treinaram com o time, foi a vez do pentacampeão Ricardinho assinar com o clube mineiro. Outro que chegou há pouco tempo foi o lateral Coelho, que deverá fazer sua reestreia já neste sábado, quando os comandados de Celso Roth enfrentam o Atlético Paranaense, no Mineirão.

Atlético Paranaense

O último jogo do Furacão terminou em 0 a 0 com o Flamengo, mas aquela partida seguiu fora das quatro linhas ao longo da semana, justamente por causa do técnico Antônio Lopes, que será julgado pelo STJD pelo seu comportamento diante do árbitro. Saindo da questão jurídica, o comandante rubro-negro, preocupado com a falta de gols da equipe, visou os treinamentos de finalizações. Para a partida contra o Atlético Mineiro, neste sábado, no Mineirão, o zagueiro Rhodolfo foi vetado por lesão muscular.

Náutico

Após o bom empate por 1 a 1 com o Fluminense em pleno Maracanã, o Timbu fez treinamentos fortes, inclusive na praia, para o embate deste final de semana, contra o Grêmio, nos Aflitos. Falando em Aflitos, o estádio entrou em uma polêmica medida do estado de Pernambuco que só permite a entrada de menores de 18 anos com a presença de um responsável. Reforços não chegaram, pelo contrário, e Galiardo e Dudu Araxá foram dispensados pelo técnico Geninho.

Read Full Post »

Older Posts »