Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Juventus’

6

Dezessete de novembro de 2006 foi, para os húngaros fanáticos por futebol, um dos dias mais tristes da história. Naquela madrugada, faleceu, vítima de Alzheimer, o maior esportista húngaro do século XX, o atacante Ferenc Puskas.

O Major Galopante com a camisa do Honved

O Major nasceu no dia 2 de abril de 1927 e começou sua carreira comoprofissional com apenas 12 anos, atuando pelo Kispest, time de Budapeste, sua cidade natal. Como jogar com aquela idade era proibido, ele atuou com um nome falso, indicado pelo seu pai, o treinador do time. Ele passou a atuar como Puskas aos 16 anos, quando se tornou titular da equipe. Em pouco tempo, foi convocado para a Seleção Húngara, aos 18 anos. Um ano depois, aos 19, se tornou capitão do Kispest.

O time do atacante foi, em 1948, nomeado o time do exército húngaro, e mudou de nome para Honved. Ferenc se tornou Major do exército, daí seu apelido de Major Galopante. Como Honved, o time venceu a liga da Hungria em cinco oportunidades, tendo Puskas como artilheiro em quatro delas. No total, por Honved e Kispest, o Major atuou em 341 jogos, marcando impresionantes 352 gols.

O atacante, baixo e gordo, não era nem um pouco intimidador, mas quando levava a bola para sua perna boa, a chamada “esquerda de ouro”, era muito difícil de ser parado. Essas características que o levaram para o Real Madrid, em 1958, mas antes, muito aconteceu na carreira de Puskas.

Em 1956, o time de Honved, depois de ser eliminado pelo Athletic Bilbao da Liga Europeia, viu a revolução explodir em seu país e, por isso, decidiu fazer um tour pela Europa Ocidental e América do Sul. A FIFA proibiu a equipe de o fazer, mas o time foi assim mesmo. Ao fim do tour, em 1956, muitos jogadores decidiram ficar pela Europa Ocidental, e procurar uma equipe por lá. Puskas foi um deles e, por isso, foi suspenso pela UEFA por dois anos, quando não pôde atuar oficialmente.

Puskas com a taça da Champions League, com a camisa do Real Madrid

Ao fim dos dois anos de punição, já aos 31 anos, muitos acharam que ele nunca encontraria uma grande equipe, por estar fora de forma. Depois de tentativas frustradas de assinar com Manchester United, Juventus e Milan, Ferenc acabou assinando contrato com o poderoso Real Madrid, onde, aos 31 anos, faria dupla de muito sucesso com o grande Alfredo Di Stéfano.

Pelo time merengue, Puskas conquistou cinco Campeonatos Espanhóis e três Champions League, em oito anos de clube. Quase sempre como artilheiro, tendo sido o goleador máximo de duas Ligas dos Campeões e quatro Espanhóis, somando 157 gols em 182 jogos pelo Real. Suas grandes atuações o levaram a disputar a Copa de 1962, no Chile, pela Seleção Espanhola, mas o Major atuou apenas quatro vezes pela Fúria e não marcou nenhum gol.

O grande destaque do atacante foi, porém, pela Seleção Húngara, onde formou, com seus companheiros de Honved, a melhor seleção da história do país, os chamados Magiares Mágicos. O time iniciou sua “magia” nas Olimpíadas de 1952, quando o time venceu o torneio, com Puskas marcando quatro gols, sendo um deles na final. Um dos feitos mais marcantes dos Magiares foi a vitória por 6 a 3 contra a Inglaterra, em pleno estádio de Wembley, feito que nenhum time não-britânico tinha conseguido até aquele ponto.

Em 1954, na Copa, a equipe húngara foi arrasadora até as finais. Venceu Coréia do Sul (9 a 0), Alemanha Ocidental (8 a 3) e Brasil (4 a 2). Os Magiares chegaram a final como favoritos incontestáveis, mesmo com Puskas machucado e atuando no sacrifício. O Major Galopante marcou logo aos seis minutos, e viu seu companheiro aumentar o placar apenas quatro minutos depois, praticamente matando o jogo. Entretanto, tirando forças do além, virou o jogo, que é, até hoje, conhecido por eles como “Das Wunder von Bern”, ou o “Milagre de Berna”.

Puskas foi, sem dúvidas, o maior jogador da história da Húngria, e um dos melhores da História do Futebol. Na carreira, foram 593 gols em 612 jogos.

Perfil:

Nome Completo: Ferenc Purczeld (Nome de nascimento, seu pai mudou o nome da família alguns anos depois)
Nascimento: 2 de abril de 1927, em Budapeste, Hungria
Falecimento: 17 de novembro de 2006
Apelidos: Major Galopante, Öcsi (irmão mais novo, em húngaro)
Clubes: Kispest/Honved (1943-1956) e Real Madrid (1958-1966)
Títulos: 5 Ligas Húngaras
5 Ligas Espanholas
Campeão Olímpico
3 Copas dos Campeões
1 Mundial Interclubes

Anúncios

Read Full Post »

brasucas-ao-extremo3

Como os últimos sete dias mostraram uma quantidade imensa de atletas verde-amarelos fazendo seus gols pelo mundo, a coluna dessa quarta será escrita de um jeito diferente, de modo que a leitura seja facilitada.

Espanha

A rodada da Liga Espanhola foi fraca para os brasucas. No final de semana, apenas Nilmar balançou as redes, o de abertura de placar do Villarreal na vitória por 2 a 1 sobre o Málaga. Já na terça-feira, o Sevilla entrou em campo pela Copa do Rei e goleou o Atlético Ciudad por 4 a 2, com dois gols de Luís Fabiano.

Itália

pato-realmilan
Pato deu show no Bernabéu

Antes de chegar às competições nacionais, primeiro temos que passar pela Liga dos Campeões. No jogo dos maiores campeões do torneio, o Milan levou a melhor sobre o Real Madrid em pleno Camp Nou, e graças a Pato, que marcou duas vezes e ajudou a construir a virada de 3 a 2.
Pela Serie A, o atacante Nenê, ex-Santa Cruz e Cruzeiro, fez o seu de pênalti para o Cagliari na vitória sobre o Genoa. No mesmo dia, Barreto, ex-Udinese, comemorou com a torcida do Bari no belo triunfo sobre a Lazio. Enquanto Amauri garantiu os três pontos da Juventus diante do Siena.
Ao descer para a Serie B, o destaque foi o Empoli, principalmente o atacante Éder, que começou no Criciúma e marcou duas vezes na última semana. Primeiro na vitória sobre o Ascoli, depois no empate com a Triestina. Outro que ficou no empate foi o Cesena, que contou com um tento de Guilherme do Prado, ex-Portuguesa Santista, no duelo contra o Grosseto.

Portugal

hulk-porto
Hulk beija escudo do Porto

Os portugueses se deram bem nas competições européias nos últimos dias. Pela Liga dos Campeões, o Porto bateu o APOEL por 2 a 1, sendo os dois gols de Hulk, recém-convocado por Dunga. Já pela Liga Europa, o Benfica meteu cinco no Everton, e o zagueiro Luisão contribuiu com o placar.
O clube de Lisboa ainda conseguiu outra goleada, desta vez por 6 a 1 em cima do Nacional pelo Campeonato Português. Nenhum brasuca fez para os vermelhos, mas o de honra foi de Edgar. Ainda pela Liga, Carlão e Cássio construíram o 2 a 0 do União Leiria sobre o Naval. Enquanto o zagueiro Evaldo empatou para o Braga diante do Rio Ave.

Holanda

Um jogador que vem se chamando a atenção recentemente é o jovem Jonathan Reis. O atacante saiu da base do Atlético Mineiro rumo ao PSV e sempre balança as redes. Na quinta-feira, garantiu a vitória do seu time sobre o Copenhagen pela Liga Europa, e no domingo fez mais um, na goleada por 4 a 0 sobre o NEC pela Liga.
Pela segunda divisão do país, o garoto Bruno Andrade participou do movimentado placar de 4 a 4 no duelo entre Helmond Sport e AGOVV. Já pela Copa da Holanda, na terça-feira, Leonardo marcou duas vezes no belo 6 a 1 do NAC sobre o De Treffers, enquanto Everton e André Bahia ajudaram nas vitórias respectivas do Heracles e Feyenoord.

Alemanha

País que costuma colocar alguns nomes no Opina Fute toda quarta-feira, não representou desta vez. Apenas um brasileiro conseguiu fazer a alegria da sua torcida, e pela segunda divisão. O atacante Cidimar, que já atuou pelo Internacional, Caxias, Guarani e Paysandú, fez para o Frankfurt nos 3 a 2 sobre o Munique 1860.

Turquia

alex-fenergalatasaray

Alex é abraçado por companheiros após gol

Convocado mais uma vez por Dunga, o meia Elano fez o seu na quinta-feira passada, de pênalti, quando o Galatasaray passou pelo Dinamo Bucareste por 4 a 1 pela Liga Europa. Porém, no domingo, o tradicional clube voltou a campo, desta vez para o duelo contra o arqui-rival Fenerbahçe, e acabou saindo derrotado por 3 a 1, com dois tentos do craque Alex.
Pela segunda divisão do país, o ex-flamenguista Fabiano Oliveira comemorou com a torcida do Giresunspor na vitória por 3 a 0 sobre o Samsunspor.

Áustria e Suíça

Outro jogo que movimentou a Liga Europa foi Austria Vienna e Werder Bremen. Jogando em casa, os austríacos ficaram no empate por 2 a 2, e o atacante Schumacher, ex-Atlético Paranaense, guardou o seu.
Nas ligas nacionais, o meia Sandro, que já jogou pelo Vitória e Vasco igualou o marcador para o Austria Kärnten diante do Kapfenberg. Enquanto o atacante Fabiano, que iniciou carreira na Ponte Preta, fez um hat-trick no espetacular 6 a 0 do Wacker Tirol sobre o Hartberg.
Já na vizinha Suíça, gol apenas na segunda divisão, e mais uma vez de Silvio Carlos, que vem se destacando com a camisa do Lugano FC. Desta vez deixou um no empate com o Yverdon, fora de casa.

França

Em solo francês, apenas dois jogos contaram com tentos verde-amarelos. No primeiro, o Monaco bateu o Boulogne por 3 a 1, com dois gols do artilheiro do campeonato Nenê. Na outra partida, o meia Éderson fez o gol de honra do Lyon na goleada de 4 a 1 sofrida para o Nice.

Escandinávia

Como sempre, os países escandinavos enchem a Brasucas ao Extremo. Desta vez não foi diferente. Na Suécia, Wilton Figueiredo marcou para o Malmo no empate, fora de casa, com o GAIS. O time ainda voltou a campo quatro dias mais tarde, contra o Kalmar, novamente fora de casa, e foi derrotado por 5 a 4, com gol de Ricardo Santos para os donos da casa. O atacante também marcou no empate entre Kalmar e Helsingborg. Outro que vem fazendo sucesso em terras estrangeiras é Antônio Flávio, que garantiu a vitória do AIK sobre o Hammarby.
Na Noruega, José Mota deu a vitória ao Molde sobre o Fredrikstad, enquanto Diego Silva, ex-Londrina, não conseguiu evitar a derrota do Aalesund para o forte Rosenborg. Para completar, Felipe Gonçalves fez dois na goleada por 4 a 1 do Naestved em cima do Thisted, este pelo Campeonato Dinamarquês.

Leste Europeu

luiz-adriano-shakhatr

Luiz Adriano com a camisa do Shakhtar

Assim como a Escandinávia, outra região recheada de brasileiros é o leste europeu. O primeiro alvo é a Ucrânia, onde o Shakhtar venceu o Tolouse por 4 a 0 na última quinta-feira, com gols de Fernandinho e Luiz Adriano duas vezes, pela Liga Europa. Já na Liga, o único tupinquim a comemorar foi o ex-flamenguista Jajá, na vitória do Metalista sobre o Vorskla Poltava.
Na Bulgária, o meia Tom, que já defendeu as cores de Botafogo e Portuguesa deu os três pontos para o Litex diante do Lokomotiv. Já José Júnior, ex-Duque de Caxias, ficou, junto ao seu Slavia Sofia, no empate com o Cherno More Varna. Mas quem não conseguiu somar nenhum ponto foi o Lokomotiv Plovdiv, que mesmo com gol de Rafael Sciani, foi derrotado pelo Sliven.
Em solo húngaro, o Lombard-Papa conseguiu atropelar o Nyiregyhaza por 5 a 1, e Alex fez dois neste placar. Perto dalí, no ex-clube da lenda Puskas, o Honved, Diego saiu para o abraço nos 3 a 0 sobre o Szolnok.
Um jogador que deveria ter recebido chance nesta última convocação de Dunga seria o atacante Welliton, que mais uma vez brilhou com a camisa do Spartak de Moscou, fazendo dois na vitória sobre o Khimki. No dia seguinte, outro Spartak entrou em campo pelo Campeonato Russo, mas o de Nalchik, que contou com gol de Leandro da Silva para arrancar empate do Zenit.
Na Polônia, o jovem zagueiro Marcelo, ex-Santos, garantiu o triunfo do Wisla Krakow  sobre o Piast Gliwice. Fora da elite do país, Dudu Paraíba fez o goleiro adversário buscar a bola nas redes duas vezes no elástico 7 a 0 do Widzew Lodz em cima do Znicz.
Para fechar a região, dois países que garantiram suas vagas na próxima Copa do Mundo. Na estreante Eslováquia, o atacante Gaúcho, ex-Juventus, fez para o Slovan Bratislava em cima do Sobota. Já na Sérvia, Cléo marcou dois para o Partizan diante do Rad, em clássico de Belgrado.

Grécia e Chipre

No sábado, o Olympiakos bateu o Ergotelis por 2 a 1 pelo Campeonato Grego, e o meia Dudu Cearense anotou um. No dia seguinte, pela Liga do Chipre, o Ermis fez 5 a 3 em cima do Aris. Joeano fez três e Wender um para os donos da casa, enquanto Eduardo Marques descontou para os visitantes.

Oriente Médio

juninho-algharrafa

Juninho em jogo pelo Al-Gharrafa

Fora da Europa, a viagem chega à terra dos petrodólares. Nos Emirados Árabes Unidos, Marcelinho fez os dois do Sharjah na vitória sobre o Al Nasr. Outro que fez os dois do seu time foi Alexandre Oliveira, no êxito do Al Wasl diante do Al Dhafra. Mas quem não se contentou com dois gols foi Fernando Baiano, que deixou três na goleada do Al Wahda em cima do Al Shabab. O meia Pinga também fez um para os donos da casa.
Perto dalí, no Qatar, o meia Roger participou da vitória do Al Sailiya sobre o Al Shamal. Mesma sorte não tiveram Juninho Pernambucano e Júlio César, que ficaram em empate e derrota com as camisas do Al Gharrafa e Al Ahli, respectivamente.
Já na Liga do Bahrein, quem aparece mais uma vez por aqui é o atacante Rico, desta vez na vitória de 2 a 0 do Al Muharraq sobre o Manama.

Coréia e Japão

danilinho-jaguares

Danilinho comemora no Jaguares

Na Terra do Sol Nascente, a legião de brasileiros é grande e um time que vem forte é o Kawasaki Frontale, que massacrou o Sanfrecce Hiroshima por 7 a 0, com dois gols de Juninho e um de Renatinho. Omiya Ardija e Kashima Antlers também venceram, com gols de Rafael Mariano e Marquinhos, respectivamente.
Pela segunda divisão do país, Maranhão e Kaio marcaram nas vitórias do Ventforet e Cerezo Osaka. Já Josimar, ex-Ipatinga, ficou apenas no empate com seu Ehime diante do Gifu.
De volta ao continente, na Coréia do Sul, o atacante Índio, que recentemente se destacou com a camisa do Vitória, deixou o seu na goleada de 4 a 1 do Gyeongnam sobre o Seongnam Ilhwa. No dia anterior, Edu havia empatado o placar para o Suwon diante do Jeonbuk.

México

Se há duas semanas quem apareceu aqui foi o atacante Itamar, desta vez o destaque vai para Danilinho, ex-Santos e Atlético Mineiro, que garantiu pelo menos o empate do Jaguares contra o Santos Laguna, no sábado.

Read Full Post »

Grupo A

Uma das poucas surpresas da primeira fase ocorreu neste grupo. A Juvents, em casa, empatou com o Bordeaux. Resultado ruim, mas não deve impedir a Vecchia Signora de classificar-se. Talvez complique o primeiro lugar do grupo, pois o Bayern venceu, sem dificuldades, o Maccabi Haifa por 3×0.

Grupo B

Todos os gols da história do Wolfsburg na Liga dos Campeões foram marcados por um brasileiro. Grafite balançou as redes três vezes contra o CSKA Moscou, e ajudou o time alemão a liderar seu grupo. O ex-atacante do São Paulo nunca mereceu tanto uma chance com a camisa da seleção brasileira. No outro jogo do grupo, um gol solitário de Paulo Scholes deu a vitória ao Manchester United sobre o Besiktas, na Turquia.

Grupo C

Resultado espetacular do Milan. Venceu o Olympique de Marselha por 2×1, na França. Como o time francês é seu principal rival pela segunda vaga nas oitavas, Leonardo deu um grande passo rumo à classificação. Os dois gols foram feitos por Inzaghi, um caso a ser estudado. Na outra partida, Cristiano Ronaldo também marcou duas vezes e ajudou o Real Madrid a golear o Zurique por 5×2. Foi uma semana triste para os suíços.

Grupo D

Apenas um gol neste grupo. Anelka marcou para o Chelsea contra o Porto, em Stamford Bridge. Já Atlético de Madrid e Apoel empataram sem gols. Resultado péssimo para o time espanhol, pois dificilmente mais alguém perderá pontos para a equipe cipriota.

Grupo E

Os dois mandantes venceram pela contagem mínima. Kuyt garantiu a vitória do Liverpool sobre o Debrecien, primeiro time húngaro na fase de grupos desde 1995. Na outra partida, Lyon venceu a Fiorentina. Resultado importante para o time francês, que deve brigar com o italiano por uma vaga.

Grupo F

O jogo mais esperado da fase de grupos foi, de certa forma, decepcionante. Inter de Milão e Barcelona empataram em 0x0. Os catalães foram superiores a partida inteira. Incrível como os atuais tetracampeões italianos jogam sempre da mesma forma. Ainda por este grupo, o Dinamo de Kiev venceu o Rubin Kazan por 3×1 e saiu na frente pelo terceiro lugar, que dá direito a participar da Liga Europa. Um dos gols foi de Gérson Magrão.

Grupo G

Luis Fabiano e Renato ajudaram o Sevilla a vencer o Unirea por 2×0, no grupo mais equilibrado da Champions League. Equilibrado por baixo, claro, pois os outros dois times são Rangers e Stuttgart, que empataram em 1×1.

Grupo H

Com gol de Eduardo da Silva, o Arsenal conquistou uma virada espetacular sobre o Standard Liége, após estar perdendo por 2×0. Bendtner e Vermaelen marcaram os outros tentos da equipe londrina.  O Olympiakos, nova equipe de Zico, venceu o AZ Alkmaar, na Grécia, por 1×0.

Read Full Post »

Os grupos da Liga dos Campeões foram sorteados nesta tarde de quinta-feira, na bela Mônaco.

No grupo A, o cabeça-de-chave Bayern de Munique terá a companhia da Juventus, além do campeão francês Bordeaux e do israelense Maccabi Haifa. A Vecchia Signora tem todas as possibilidades de classificar-se em primeiro, seguida pelo Bayern que parece mais sério agora sob o comando de Loius Van Gaal.

Leonardo

Leonardo terá que quebrar a cabeça para classificar o Milan

Em seguida vem o grupo do tricampeão inglês. CSKA Moscou, Besiktas e o campeão alemão Wolfsburg jogarão com o Manchester United na primeira fase. Sir Alex Ferguson não deve ter dificuldades para classificar sua equipe, e a segunda vaga terá uma boa briga entre o time de Grafite e o de Zico.

A expectativa antes do sorteio era em qual grupo o Real Madrid cairia. Pelas más atuações nas ultimas Champions Leagues os madrilenos foram rebaixados ao segundo pote. O afortunado acabou sendo o Milan, do grupo C. Dessa forma, logo nos primeiros jogos pela competição européia, Kaká reencontrará seu ex-time, no qual obteve grande sucesso. O camisa 8, inclusive, tem todas as condições de bater a equipe de Leonardo nos dois duelos, pois esta, comandada pelo decadente Ronaldinho, promete uma temporada ruim. Os outros dois integrantes do grupo são Olympique de Marselha do novo contratado Lucho Gonzáles, e o coitado campeão suíço, o Zurique.

Carlo Ancelotti

Apostando na experiência de Carlo Ancelotti, o Chelsea não deve ter muitas dificuldades para passar de fase

O grupo D também promete uma grande disputa pela segunda vaga. A primeira deve ser do Chelsea, sob o comando do bicampeão da Liga, Carlo Ancelloti. Pela segunda, Porto e Atlético de Madrid farão bons duelos. O APOEL, do Chipre, deve fazer apenas figuração.

O Liverpool não terá vida fácil para classificar-se. Enfrenta o sempre chato Lyon e a Fiorentina, entretanto, Rafa Benitez deve conseguir a primeira colocação do grupo E. O Debrecen, primeiro time húngaro na fase de grupos desde a temporada 95/96, é o coitado da vez.

 

Barcelona e Inter de Milão prometem os melhores jogos dessa etapa da competição. Ambos foram sorteados no grupo F e devem classificar-se com muita facilidade. Esse duelo também terá reencontros. Eto’o joga contra sua ex-equipe, assim como Ibrahimovic, tetracampeão pelo time de Milão, agora no lado catalão. Rubin Kazan e Dínamo de Kiev brigam para chegar à Liga Europa.

Eto

Eto'o e Ibrahimovic trocaram de time, e agora enfrentam suas ex-equipes já na fase de grupo

O Grupo G é o mais equilibrado, porém por baixo. O Sevilla, recém-elevado ao primeiro pote do sorteio, recebeu a companhia de Rangers, Stuttgart e do romeno Urinea. Briga boa entre os três primeiros pelas duas vagas.

Quem se deve classificar facilmente é o Arsenal. De mais complicado em seu grupo H apenas o AZ Alkmaar, campeão holandês. Os outros dois são o Olympiakos e o Standard Liége.

Messi

Lionel Messi, artilheiro, melhor atacante e jogador da Liga dos Campeões 2008/09

O que também agitou a festa em Mônaco foi a premiação aos melhores jogadores da Liga dos Campeões passada.

Van der Sar, do vice-campeão Manchester United foi escolhido o melhor goleiro. John Terry, o melhor zagueiro. A nomeação do capitão do Chelsea é curiosa, pois os blues não chegaram nem à final. Os outros três prêmios ficaram com atletas do campeão Barcelona: Xavi foi o melhor meio-campista e Lionel Messi o melhor atacante e melhor jogador da Champions League 2008/09.

Confira os grupos e os premiados:

Grupo A: Bayern de Munique (ALE), Juventus (ITA), Bordeaux (FRA) e Maccabi Haifa (ISR)

Grupo B: Manchester United (ING), CSKA Moscou (RUS), Besiktas (TUR) e Wolfsburg (ALE)

Grupo C: Milan (ITA), Real Madrid (ESP), Olympique de Marselha (FRA) e Zurique (SUI)

Grupo D: Chelsea (ING), Porto (POR), Atlético de Madrid (ESP) e APOEL Nircosia (CHI)

Grupo E: Liverpool (ING), Lyon (FRA), Fiorentina (ITA) e Debrecen (HUN)

Grupo F: Barcelona (ESP), Inter de Milão (ITA), Dinamo de Kiev (UCR) e Rubin Kazan (RUS)

Grupo G: Sevilla (ESP), Rangers (ESC), Stuttgart (ALE) e Unirea (ROM)

Grupo H: Arsenal (ING), AZ Alkmaar (HOL), Olympiacos (GRE) e Standard de Liége (BEL)

Premiados:

Melhor goleiro: Van der Sar (Manchester United)

Melhor zagueiro: John Terry (Chelsea)

Melhor meio-campista: Xavi (Barcelona)

Melhor atacante: Messi (Barcelona)

Melhor jogador: Messi (Barcelona)

Read Full Post »