Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Messi’

6O Barcelona recebe hoje, no Camp Nou, o Dínamo de Kiev, da Ucrânia. O Barça, apesar de não ter Henry, terá suas principais estrelas, Lionel Messi e Zlatan Ibrahimovic, mas estes não são os principais personagens do jogo de hoje. Todos os holofotes estão virados para o experiente atacante do Dínamo, Shevchenko, que completa hoje 33 anos de idade.

Sheva comemorando um gol em sua primeira passagem pelo Milan

Toda a atenção que está voltada para o centroavante ex-Milan e Chelsea, não acontece, porém, por causa do seu aniversário. Há quase 12 anos, o até então jovem jogador ajudou o time de Kiev a derrotar o poderoso time, em 4 de novembro de 1997. A derrota foi decisiva para a eliminação do time espanhol, que acabou ficando em último no Grupo C, do qual o Dínamo foi o primeiro colocado. Naquela temporada o time ucraniano foi eliminado nas quartas de final da competição europeia.

Shevchenko marcou três gols naquela oportunidade, que é considerada, por muitos a grande reviravolta na história do time azul e branco. Na temporada seguinte, o time chegou às semifinais da mesma Liga dos Campeões e foi eliminado pelo Bayern de Munique, que foi derrotado pelo Manchester United.

Em seu primeiro jogo de volta ao Dínamo, Shevchenko marcou de pênalti

Depois das boas campanhas pelo Dínamo de Kiev, Sheva foi vendido por 26 milhões de euros para o Milan, clube pelo qual atuou de 1999 até 2006. Pelo clube milanista, o atacante se destacou muito e chegou a ser considerado o melhor jogador do mundo pela renomada revista France Football, em 2004. Naquele ano, porém, na eleição da Fifa para melhor do mundo, ele acabou ficando apenas na terceira colocação, atrás de Ronaldinho Gaúcho e Thierry Henry.

Em 2006, Shev se transferiu para o Chelsea. A transação foi considerada manobra de gênio do russo Roman Abramovich, dono do time inglês. Entretanto, ao chegar na Inglaterra, o artilheiro não conseguiu repetir as boas atuações da época do Milan e foi uma decepção no time azul, apesar de ter vencido um Campeonato Inglês em sua segunda temporada. Como não vinha bem, ele buscou retomar o futebol em um lugar conhecido e conseguiu ir de empréstimo para o Milan novamente. Em uma temporada em Milão, ele atuou em apenas 13 partidas, e não conseguiu brilhar. Ao término do contrato, retornou para o Chelsea, onde viu que não teria chances e ficou por apenas um jogo, até acertar sua volta ao time de Kiev.

Na partida da tarde de hoje, porém, Sheva busca marcar mais gols contra o Barcelona em seu estádio, e manter a liderança do Dínamo no grupo da Champions League.

Ficha técnica da partida de hoje:

Data/Hora: 29/09/2009 às 15h45 (de Brasília)

Local: Camp Nou, Barcelona

Árbitro: Bjorn Kuipers (HOL)

Assistentes: Sander van Roekel (HOL) e Norbertus Simons (HOL)

BARCELONA: Valdés, Daniel Alves, Puyol, Piqué e Abidal; Xavi, Touré e Keita; Messi, Iniesta e Ibrahimovic. Técnico: Pep Guardiola

DÍNAMO DE KIEV: Shovkovskyi, Gusev, Ghioane, Almeida e Betão; Yussuf, Vukojevic, Aliyev e Ninkovic; Shevchenko e Milevskyy. Técnico: Valeri Gazzaev

Aniversariantes da semana:

Times:

Cerro Porteño, Paraguai, dia 1º, 97 anos

Inter de Limeira, dia 5, 96 anos

Jogadores:

Dieguinho, Fluminense, dia 29, 20 anos

Feitiço, ex-Vasco, dia 29, 108 anos

Gian, Vasco, dia 29, 27 anos

Jervel, ex-Flamengo, dia 29, 86 anos

Shevchenko, Dínamo de Kiev, dia 29, 33 anos

Thiago Silva, Milan, dia 29, 25 anos

Élton, ex-Botafogo, dia 30, 72 anos

Fábio, Cruzeiro, dia 30, 29 anos

Heleno, ex-Atlético Mineiro, dia 30, 54 anos

Tapia, Universidad Católica, dia 30, 32 anos

André, Ponte Preta, dia 1º, 24 anos

Cris, Brasiliense, dia 1º, 30 anos

Gilmar, ex-Atlético-MG, dia 1º, 47 anos

Jean, ex-Corinthians, dia 1º, 37 anos

Júlio Baptista, Roma, dia 1º, 29 anos

Ortunho, ex-Seleção Brasileira, dia 1º, 74 anos

Paulo Sérgio, Vasco, dia 1º, 31 anos

Polozzi, ex-Palmeiras, dia 1º, 54 anos

Vidal, ex-Seleção Brasileira, dia 1º, 113 anos

Celso, ex-Palmeiras, dia 2, 59 anos

Éverton, Goiás, dia 2, 26 anos

Hélcio, ex-Flamengo, dia 2, 106 anos

Asamoah, Alemanha, dia 3, 31 anos

China, ex-Palmeiras, dia 3, 61 anos

Clóvis, ex-Flamengo, dia 3, 82 anos

Fred, Fluminense, dia 3, 26 anos

Ibrahimovic, Barcelona, dia 3, 28 anos

Isaksson, Suécia, dia 3, 28 anos

Tesourinha, ex-Vasco, dia 3, 88 anos

Camoranesi, Juventus, dia 4, 33 anos

Dedé, Ponte Preta, dia 4, 24 anos

Fábio Neves, Fluminense, dia 4, 23 anos

Renatinho, Coritiba, dia 4, 21 anos

Rosicky, Arsenal, dia 4, 29 anos

Borges, São Paulo, dia 5, 29 anos

Careca, ex-Seleção Brasileira, dia 5, 49 anos

Florindo, ex-Seleção Brasileira, dia 5, 80 anos

Fumagalli, Vasco, dia 5, 32 anos

Jadson, Shaktar Donetsk, dia 5, 26 anos

Julio Cáceres, Boca Juniors, dia 5, 30 anos

Rossi, ex-Santos, dia 5, 72 anos

Tato, ex-Atlético-MG, dia 5, 45 anos

Anúncios

Read Full Post »

Inglaterra, Itália, França, Alemanha, a bola já está rolando pelas ligas dos principais países europeus, porém, os torcedores da Espanha ainda não têm seu campeonato nacional na ativa. Mas essa espera está perto de acabar, pois no próximo dia 29, Real Madrid e Deportivo La Coruña entram em campo para abrir a disputa do troféu mais importante da nação.

messi-lio-barcelona

Messi tentará levar o Barça a mais um título nacional

Depois de alguns anos com a Premier League ganhando maior destaque internacionalmente, essa temporada tem tudo para colocar La Liga de volta ao primeiro posto de campeonato mais atrativo do mundo, principalmente por contar com times do calibre de Barcelona e Real Madrid, normalmente já fortes, concentrando as maiores estrelas do futebol mundial.

Os catalães mantiveram sua base que levou o clube ao Triplete na última temporada, com a saída significativa apenas de Samuel Eto’o, que acabou sendo substituído por nada mais nada menos que Zlatan Ibrahimovic, craque da Internazionale de Milão que agora atuará ao lado de jogadores como Xavi, Iniesta, Henry e o provável melhor do mundo Lionel Messi.

kaka-realmadrid

Kaká terá a chance de voltar a ser o Melhor do Mundo

Para tentar tirar o título da Catalunha, o Real Madrid aparece como maior candidato, e não é a toa, a equipe conta com mais uma vez a presidência de Florentino Pérez, que gastou mais de 250 milhões de euros para montar um novo elenco galático. Depois de levar atletas como Beckham, Zidane, Figo e Ronaldo a Madrid em outros tempos, desta vez o presidente merengue escolheu Cristiano Ronaldo, Kaká, Benzema e Xabi Alonso para serem os líderes do time na tentativa de colocar o clube no topo do mundo.

Apesar de parecer uma disputa bipolar, outras equipes podem pintar para incomodar os gigantes da Espanha. Candidatos a “intrusos”, podem ser destacados Sevilla, Valência, Atlético de Madrid e Villarreal.

O clube de Sevilha agora não conta com o rival Bétis, rebaixado da elite, como adversário, e tem como maior trunfo a manutenção de Luís Fabiano, além do reforço de Negredo, destaque do Almería na última temporada espanhola.

forlan-aguero-atletico

Forlán e Agüero formam o poderoso ataque do Atlético

Mesmo atravessando uma crise financeira, o Valência conseguiu manter seus principais jogadores, como David Villa e David Silva, que foram especulados em diversas equipes européias durante a janela de transferências.

Na sombra do rival da capital, o Atlético mais uma vez aparece como possível destaque. Também na disputa da Liga dos Campeões, os torcedores alvirrubros depositam suas esperanças em sulamericanos como Máxi Rodríguez, Diego Forlán e Kun Agüero.

nilmar-villarreal

Nilmar chegou ao Villarreal com status de estrela

Sediado em uma cidade de apenas cinquenta mil habitantes, o Villarreal ganhou corpo nas últimas temporadas, inclusive chegando às semifinais da Liga dos Campeões da Europa recentemente. Sem o técnico Manuel Pellegrini, que seguiu ao Real Madrid, o Submarino Amarelo deverá lutar pela ponta da tabela com a ajuda dos brasileiros Marcos Senna e Nilmar, além do jovem Giuseppe Rossi e do experiente Robert Pirés.

Além dos seis já citados, quem poderá surpreender neste ano é o Espanyol. Após escapar milagrosamente do rebaixamento, a equipe catalã segue apostando no salvador Maurício Pochettino, que agora contará com o japonês Nakamura entre seus comandados. Porém, os jogadores terão que superar a morte do capitão Daniel Jarque.

nakamura-espanyol

Nakamura é o principal nome do Espanyol para a temporada

Depois de passar pelos concorrentes às primeiras colocações da tabela, a fuga do rebaixamento deverá ser bravamente disputada por clubes como Almería, Mallorca, Osasuna, Sporting Gijón, Valladolid e os recém-promovidos Tenerife e Xerez.

A análise está feira e todos já estão a postos para a largada do Campeonato Espanhol, que promete ser um dos melhores dos últimos tempos e o mais prestigiado da Terra. Será que o Barça conseguirá manter seu troféu? ¡Vamonos a La Liga!

Read Full Post »

Os grupos da Liga dos Campeões foram sorteados nesta tarde de quinta-feira, na bela Mônaco.

No grupo A, o cabeça-de-chave Bayern de Munique terá a companhia da Juventus, além do campeão francês Bordeaux e do israelense Maccabi Haifa. A Vecchia Signora tem todas as possibilidades de classificar-se em primeiro, seguida pelo Bayern que parece mais sério agora sob o comando de Loius Van Gaal.

Leonardo

Leonardo terá que quebrar a cabeça para classificar o Milan

Em seguida vem o grupo do tricampeão inglês. CSKA Moscou, Besiktas e o campeão alemão Wolfsburg jogarão com o Manchester United na primeira fase. Sir Alex Ferguson não deve ter dificuldades para classificar sua equipe, e a segunda vaga terá uma boa briga entre o time de Grafite e o de Zico.

A expectativa antes do sorteio era em qual grupo o Real Madrid cairia. Pelas más atuações nas ultimas Champions Leagues os madrilenos foram rebaixados ao segundo pote. O afortunado acabou sendo o Milan, do grupo C. Dessa forma, logo nos primeiros jogos pela competição européia, Kaká reencontrará seu ex-time, no qual obteve grande sucesso. O camisa 8, inclusive, tem todas as condições de bater a equipe de Leonardo nos dois duelos, pois esta, comandada pelo decadente Ronaldinho, promete uma temporada ruim. Os outros dois integrantes do grupo são Olympique de Marselha do novo contratado Lucho Gonzáles, e o coitado campeão suíço, o Zurique.

Carlo Ancelotti

Apostando na experiência de Carlo Ancelotti, o Chelsea não deve ter muitas dificuldades para passar de fase

O grupo D também promete uma grande disputa pela segunda vaga. A primeira deve ser do Chelsea, sob o comando do bicampeão da Liga, Carlo Ancelloti. Pela segunda, Porto e Atlético de Madrid farão bons duelos. O APOEL, do Chipre, deve fazer apenas figuração.

O Liverpool não terá vida fácil para classificar-se. Enfrenta o sempre chato Lyon e a Fiorentina, entretanto, Rafa Benitez deve conseguir a primeira colocação do grupo E. O Debrecen, primeiro time húngaro na fase de grupos desde a temporada 95/96, é o coitado da vez.

 

Barcelona e Inter de Milão prometem os melhores jogos dessa etapa da competição. Ambos foram sorteados no grupo F e devem classificar-se com muita facilidade. Esse duelo também terá reencontros. Eto’o joga contra sua ex-equipe, assim como Ibrahimovic, tetracampeão pelo time de Milão, agora no lado catalão. Rubin Kazan e Dínamo de Kiev brigam para chegar à Liga Europa.

Eto

Eto'o e Ibrahimovic trocaram de time, e agora enfrentam suas ex-equipes já na fase de grupo

O Grupo G é o mais equilibrado, porém por baixo. O Sevilla, recém-elevado ao primeiro pote do sorteio, recebeu a companhia de Rangers, Stuttgart e do romeno Urinea. Briga boa entre os três primeiros pelas duas vagas.

Quem se deve classificar facilmente é o Arsenal. De mais complicado em seu grupo H apenas o AZ Alkmaar, campeão holandês. Os outros dois são o Olympiakos e o Standard Liége.

Messi

Lionel Messi, artilheiro, melhor atacante e jogador da Liga dos Campeões 2008/09

O que também agitou a festa em Mônaco foi a premiação aos melhores jogadores da Liga dos Campeões passada.

Van der Sar, do vice-campeão Manchester United foi escolhido o melhor goleiro. John Terry, o melhor zagueiro. A nomeação do capitão do Chelsea é curiosa, pois os blues não chegaram nem à final. Os outros três prêmios ficaram com atletas do campeão Barcelona: Xavi foi o melhor meio-campista e Lionel Messi o melhor atacante e melhor jogador da Champions League 2008/09.

Confira os grupos e os premiados:

Grupo A: Bayern de Munique (ALE), Juventus (ITA), Bordeaux (FRA) e Maccabi Haifa (ISR)

Grupo B: Manchester United (ING), CSKA Moscou (RUS), Besiktas (TUR) e Wolfsburg (ALE)

Grupo C: Milan (ITA), Real Madrid (ESP), Olympique de Marselha (FRA) e Zurique (SUI)

Grupo D: Chelsea (ING), Porto (POR), Atlético de Madrid (ESP) e APOEL Nircosia (CHI)

Grupo E: Liverpool (ING), Lyon (FRA), Fiorentina (ITA) e Debrecen (HUN)

Grupo F: Barcelona (ESP), Inter de Milão (ITA), Dinamo de Kiev (UCR) e Rubin Kazan (RUS)

Grupo G: Sevilla (ESP), Rangers (ESC), Stuttgart (ALE) e Unirea (ROM)

Grupo H: Arsenal (ING), AZ Alkmaar (HOL), Olympiacos (GRE) e Standard de Liége (BEL)

Premiados:

Melhor goleiro: Van der Sar (Manchester United)

Melhor zagueiro: John Terry (Chelsea)

Melhor meio-campista: Xavi (Barcelona)

Melhor atacante: Messi (Barcelona)

Melhor jogador: Messi (Barcelona)

Read Full Post »

Há tempos o Brasil não via um time tão envolvente e empolgante quanto o Corinthians do primeiro semestre de 2009. Qualquer corintiano sabe de cor a escalação de Felipe, Alessandro, Chicão, William, André Santos, Cristian, Elias, Douglas, Jorge Henrique, Dentinho e Ronaldo, com Mano Menezes no banco. O Paulistão invicto e a Copa do Brasil foram as provas de que o time estava em ponto de bala. Estava. A janela aberta de contratação e os euros turcos e árabes desmontaram o Timão. Foram embora Cristian, André Santos e Douglas. O Corinthians, já todo desmontado, ainda perdeu Alessandro e Ronaldo por lesão.

de-federico-huracanOs ótimos momentos presenciados pela Fiel viraram um filme de horror com os sentidos desfalques. O meio-campo, antes um dos melhores do Brasil, mostrou fragilidade ao perder seu marcador e seu armador. Revelou, de certo, o ótimo Jucilei e ganhou o veterano Edu. Mas mesmo assim não recuperou o toque de bola cadenciado e envolvente. Clamou, e muito, por contratação. E, ao que parece, as esperanças serão depositadas no jovem argentino Matías Defederico.

Rápido e habilidoso, o hermano canhoto é chamado por muitos em sua terra natal de “o novo Messi”. Ganhou chance na Seleção de Diego Maradona quando só jogadores que atuavam na Argentina foram convocados. Fez um golaço, não se escondeu e ganhou ainda mais elogios. Os jornais afirmam que será do Timão na próxima semana. Para isso o alvinegro desembolsaria US$4,5 milhões por 80% de seus direitos. A Nike estaria envolvida e campanhas de marketing em cima do jovem seriam feitas ao longo de 2010, ano do centenário corintiano.

Carnavais à parte, fica a dúvida na cabeça do torcedor: será que Defederico realmente corresponderá às expectativas. Afinal, ser comparado ao craque Lionel Messi é para poucos. E não é certo. Na verdade, não é nem o que o Corinthians precisa. Não, não sou louco ao ponto de falar que um Messi não cairia bem no time paulista. Claro que não. Mas o reforço não precisará ser tudo isso para se dar bem. Até porque entrará em um meio-campo carente. Precisará, e muito, de personalidade. Será dele a missão de recolocar o setor que já foi o melhor do Brasil de volta aos trilhos da vitória. Gerará, é claro, expectativas.

É um garoto que tem tudo para se dar bem. Mas esqueçamos o “novo Messi”. Pensemos em Matías Defederico, novo reforço do Corinthians. Pode ter sido uma das melhores contratações da História do time, em custo-benefício, se render o que se espera. Pode, em breve, gerar altos lucros para a clube do Parque São Jorge. Mas não pode ser a válvula de escape.

Que ele saiba, de primeira, que a Fiel está de braços abertos… Boa sorte, Defederico!

Read Full Post »

barcelona-champions-comemorDia 27 de maio, o mais importante do ano para o futebol europeu. Com o majestoso Estádio Olímpico de Roma como palco, Barcelona e Manchester United entraram em campo pelo título da Liga dos Campeões da Europa. E quem levou a melhor foi o Barça, dono do futebol mais bonito do mundo, que bateu os ingleses por 2 a 0 e sagrou-se tricampeão do continente.

Invicto na competição, os Diabos Vermelhos entraram em campo para defender o troféu conquistado na última temporada apenas com um setor ofensivo formado por Park Ji-Sung, Ryan Giggs, Rooney e Cristiano Ronaldo. Do outro lado, os catalães apostavam em Xavi, Iniesta, Henry, Eto’o e Lionel Messi.

barcelona-man-final1Ao apito inicial do árbitro Massimo Busacca, o Manchester começou melhor a partida, e ficou perto de abrir o marcador aos dois minutos, quando Piqué evitou gol de Park. Pouco depois, o camisa 7 voltou a aparecer, chutando forte, rente à trave de Víctor Valdés.

Aparentemente dominado pelos ingleses, o Barcelona mostrou que seus jogadores são diferenciados aos dez minutos. Após bela arrancada no meio de campo, a bola ficou com Samuel Eto’o pela direita, o camaronês deu lindo drible em Vidic e bateu de bico. A bola bateu na mão de Van der Sar e morreu no fundo das redes.

O gol fez a partida ficar melhor ainda, e o time de Old Trafford tentou o empate com Giggs, em cobrança perigosa de falta. A resposta dos catalães foi imediata, mas o chute forte de Messi passou sobre o gol adversário.cronaldo-finalchampions

Até o final da primeira etapa, o Barça teve mais duas boas chances de ampliar sua vantagem. A primeira aconteceu aos 27, com Xavi, e a segunda aos 45, após linda jogada de Messi.

Na segunda etapa, Sir Alex Ferguson decidiu colocar Carlitos Tévez em campo. Quem deixou a decisão mais cedo foi o brasileiro Anderson. Porém, a alteração não deu resultado, principalmente nos primeiros minutos, quando o clube de Camp Nou teve três oportunidades seguidas de marcar, mas Van der Sar levou a melhor. A pressão azul-grená continuou, e, aos oito minutos, a trave evitou o segundo, após cobrança de falta de Xavi.

Vendo sua equipe sem poder de fogo, Alex Ferguson sacou Park para entrar dar chance a Berbatov, artilheiro da equipe na competição. Mas o búlgaro logo viu a dificuldade aumentar, pois aos 25 minutos o Barcelona matou a partida. Xavi fez boa jogada e cruzou com perfeição a Lionel Messi, que, mesmo baixinho, cabeceou para o fundo das redes dos Red Devils.

messi-finalchampionsOs defensores do troféu europeu tentaram a reação na sequência, mas Cristiano Ronaldo parou em bela defesa de Valdés. E a partir daí o clima começou a esquentar em Roma, principalmente por estranhamento entre o atacante português e o zagueiro Puyol. E foi o capitão catalão que quase marcou o terceiro.

Às 22h38, no horário de Barcelona, a torcida local pôde explodir de alegria, quando ouviram o apito final e viram sua equipe ser campeã pela terceira vez do torneio de clubes mais importante da Europa. Antes, o Barça havia levantado o troféu nas temporadas 1991/92 e 2005/06, esta última também levantada por Puyol.

Vitória do jovem Guardiola sobre o experiente e renomado Alex Ferguson. Vitória de Lionel Messi, o verdadeiro melhor do mundo, sobre Cristiano Ronaldo. Vitória do futebol-arte do Barcelona sobre o Manchester United. Final de temporada coroado aos catalães, que conquistaram tudo que podiam, Copa do Rei, Campeonato Espanhol e Liga dos Campeões.messi-trofeu-iniesta-champi

Read Full Post »