Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Paulo Baier’

selecao-da-rodada7

Carini – Atlético Mineiro

O arqueiro uruguaio teve bela atuação no Mineirão, inclusive defendendo pênalti cobrado pelo veterano Basílio.

Nei – Atlético Paranaense

Mais uma vez na Seleção da Rodada, o lateral é uma das principais armas do Furacão. Diante do Corinthians, foi firme na marcação e, como sempre, apoiou bem o ataque.

Pereira – Coritiba

O zagueiro pode não ser um primor na técnica, mas mostra raça e, contra o Internacional, teve essa característica como sua principal qualidade.

Danilo – Palmeiras

Pela segunda semana seguida, o zagueiro aparece por aqui. Desta vez não marcou gol nem deu assistência, mas atuou bem e mais uma vez salvou um gol feito, em tentativa de Madson.

Fininho – Sport

O ex-corintiano só jogou devido a ausência do titular Dutra, mas conseguiu mostrar futebol para sair do banco e estrelar a Seleção da Rodada. Além de dar trabalho para o lado direito gremista, anotou seu gol.

Valência – Atlético Paranaense

O colombiano tomou conta do meio de campo no Pacaembu. Com marcação forte, foi essencial para o setor defensivo paranaense.

Correa – Atlético Mineiro

O jogador parece ter caído como uma luva no elenco do Galo. Com boa qualidade técnica, e chute na bola diferenciado, vive assustando as defesas rivais. Contra o Barueri, fez o segundo do time em bela cobrança de falta.

Paulo Baier – Atlético Paranaense

O incansável atleta sempre se destaca em jogos de maior importância, e principalmente nos que envolvem os rivais do seu ex-time Palmeiras. No sábado, calou o Pacaembu logo no começo de partida.

Diego Souza – Palmeiras

Tido por muitos como o craque da competição, o camisa 7 mais uma vez mostrou a razão de ser convocado por Dunga. Foi o principal nome alviverde, empatando a partida, dando assistência para outro e iniciando a bela jogada do terceiro gol.

Adriano – Flamengo

Simplesmente resolveu o clássico Fla-Flu para os rubro-negros. Dois gols em um Maracanã lotado.

André Lima – Botafogo

O atacante se sente bem com a camisa do Fogão, e surpreendeu junto com seu time neste domingo. Em pleno Serra Dourada, ajudou na construção da vitória, dando trabalho à defesa adversária e anotando um belo gol.

Técnico: Ricardo Gomes – São Paulo

O treinador Tricolor continua calando a boca dos que criticaram sua contratação. Mesmo com desvantagem numérica de jogadores, seu time mostrou força suficiente para bater o Náutico em pleno Aflitos. Mais uma vez, acertou em substituições.

Craque da rodada

adriano-flamengo2

Adriano - Flamengo

Anúncios

Read Full Post »

Felipe – Santos

O Peixe saiu derrotado do Serra Dourada, mas o jovem arqueiro conseguiu praticar boas defesas, talvez agora por ter a sombra do veterano Sérgio na Vila Belmiro, evitando uma goleada.

Vitor – Goiás

Um dos pontos fortes do clube esmeraldino são as alas de campo. Diante do Santos, o lateral-direito teve boa atuação, apoiando o ataque constantemente e ainda anotando o gol de abertura do placar.

Xandão – Barueri

O clube paulista conseguiu belo resultado no Maracanã, empatando sem gols com o Fluminense. Apesar de o adversário não viver bom momento, o jovem zagueiro foi um dos responsáveis pelo goleiro Renê não ter que buscar a bola em suas redes.

Réver – Grêmio

Depois de se destacar no Paulista de Jundiaí, o zagueiro continua mostrando bom futebol com a camisa gaúcha. Na goleada sobre o Atlético, além de mostrar sua costumeira segurança na defesa, ainda marcou seu gol, o quarto no Brasileirão.

Dutra – Sport

Os pernambucanos tentam escapar do rebaixamento, e um dos principais jogadores da equipe nessa luta é o lateral-esquerdo. Quando acerta seus cruzamentos, leva perigo às defesas adversárias. Contra o Vitória, meteu a bola na cabeça de Fabiano, que fez o 2 a 0.

Souza – Palmeiras

Uma grata revelação para a torcida palmeirense. O garoto mostra muita qualidade como marcador e ainda conta com elegância difícil de ver hoje em dia quando está com a bola. Jogador deste estilo não costuma ficar muito tempo no Brasil.

Souza – Grêmio

O meiocampista continua sendo o principal jogador do elenco tricolor. No massacre contra o Galo, deu duas assistências e ainda deixou o seu nas redes de Bruno.

Paulo Baier – Atlético Paranaense

Mais uma vez na Seleção da Rodada, o veterano meiocampista é, de longe, o principal jogador do Furacão, e seu gol diante do São Paulo mostra bem o por que. Roubou a bola na defesa, lançou ao lateral e apareceu na grande área para cabecear às redes de Rogério Ceni, que caçou borboleta no lance.

Diego Souza – Palmeiras

Quando está acordado, ninguém segura. Na importante vitória sobre o Inter, foi responsável pelos dois gols alviverdes, distribuiu chapéus nos adversários e mostrou muita raça.

Jorge Henrique – Corinthians

Apesar de não ter muito destaque na mídia, o atacante faz função essencial para o técnico Mano Menezes. Rouba bolas na defesa, puxa contra-ataques e incomoda os zagueiros dentro da grande área. No empate deste domingo, fez tudo isso, sofreu um pênalti e quase deixou um golaço.

Wellington Paulista – Cruzeiro

Três gols diante do Náutico, isso basta.

Técnico: Silas – Avaí

Treinador que mais aparece na Seleção da Rodada, mais uma vez mostrou que seu time não está para brincadeira no Brasileirão, fez 3 a 0 no “poderoso” Flamengo e, se o campeonato terminasse hoje, estaria na Libertadores.

Craque da rodada

wellingtonpta-cruzeiro

Wellington Paulista - Cruzeiro

Read Full Post »

atletico-pr e sao pauloO primeiro tempo de jogo em Curitiba foi muito fraco. O São Paulo, em busca da primeira vitória na Arena da Baixada não conseguia tocar a bola com a mesma qualidade dos últimos jogos. E isso passou muito pela ausência de Hernanes, substituído por Arouca, que não fez boa partida.

As jogadas eram invariavelmente paradas por faltas, e era nas cobranças que os lances mais agudos aconteciam, embora nenhuma chance clara de gol tenha sido criada para nenhum dos dois lados, até porque nem Jorge Wagner e nem Paulo Baier estavam com os pés afiados.

Com a bola rolando, o ex-jogador de Palmeiras, Sport e Goiás era o mais perigoso. Seus lançamentos, aproveitando a velocidade de Marcinho e Wallyson, eram a principal jogada do furacão. Do outro lado, Dagoberto, talvez incentivado pelas vaias da torcida adversária, buscava sempre o jogo, mas não conseguia produzir muita coisa.

O segundo tempo voltou mais aberto, com o time da casa pressionando o tricolor paulista e levando muito perigo a Rogério Ceni. Ricardo Gomes não conseguia fazer seu time trocar passes consecutivos, o que tornava Washington uma peça nula em campo. O técnico tirou o camisa 9 e pôs Borges, que também não foi muito melhor.

No final da partida, Paulo Baier puxou contra-ataque pelo meio, abriu a jogada na direita para Gabriel, que cruzou a bola na área para o camisa 10 rubro-negro decretar o fim da série invicta do São Paulo.

Por que o Atlético-PR venceu?

O São Paulo não conseguiu trocar passes com qualidade e, dessa forma, a bola pouco chegava à Washington. A ausência de Hernanes foi sentida, pois Arouca não o substituiu a altura. Do outro lado, Paulo Baier fez excelente partida e comandou a quinta vitória em seis partidas do furacão sob o comando de Antonio Lopes.

O que esse resultado muda na classificação?

O tricolor vê o Palmeiras abrir 4 pontos de vantagem na liderança, e pode acordar na segunda-feira na terceira colocação caso o Goiás vença o Santos. Já o Furacão, em clara ascensão, respira e já abre, no mínimo, 5 pontos para a zona de rebaixamento.

Atlético-PR 1 x 0 São Paulo

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)

Público: 22.999

Atlético-PR: Galatto; Manoel, Fransérgio e Chico; Wesley, Rafael Miranda (Bruno Costa), Valência, Paulo Baier e Márcio Azevedo; Marcinho (Alex Mineiro) e Wallyson (Gabriel). Técnico: Antonio Lopes

São Paulo: Rogério Ceni, Andre Dias, Miranda e Renato Silva; Jean Richarlyson, Arouca, Jorge Wagner e Júnior Cesar; Washington (Borges) e Dagoberto (Hugo). Técnico: Ricardo Gomes

Cartões amarelos: Paulo Baier, Chico e Valência (CAP); André Dias, Miranda, Borges e Dagoberto (SPO)

Gols: Paulo Baier, aos 41 do segundo tempo

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Ediney Guerreiro Mascarenhas e Marco Aurélio dos Santos Pessanha, todos do RJ

Read Full Post »

Após uma acachapante derrota pra o ascendente Atlético-PR por 3×0, com direito a show do interminável Paulo Baier, o Barueri recebe o lanterna Sport, esta noite, às 21h00, na Área Barueri.

E para manter a surpreendente boa campanha em sua temporada de estréia na Série A, a abelha não deve ter mais modificações na equipe do que o necessário. No gol, Rene, expulso contra o furacão, dá lugar a Márcio. E na zaga, André Luiz volta de suspensão na vaga de Daniel Marques.

O interino Diego Cerri manterá a dupla de ataque formada por Val Baiano e Otacílio Neto. Conta ainda com as chegadas surpresa do ótimo Thiago Humberto para conquistar um bom resultado.

Do outro lado, em crise profunda, o Leão tem problemas para montar seu sistema ofensivo. Péricles Chamusca não escalará Vandinho, pois o ex-atacante do Flamengo chegou atrasado ao treino em dois dias consecutivos e foi afastado. Além dele Wilson, expulso contra o São Paulo, cumpre suspensão automática e Ciro está na seleção sub-20. Os recém-contratados Arce, ex-Corinthians, e Lincom serão os responsáveis pelos gols do rubro-negro.

A ala esquerda também é problema para o técnico campeão com o Santo André da Copa do Brasil em 2004. Dutra foi punido pelo STJD por causa da expulsão contra o Cruzeiro, sendo assim, Elder Granja será deslocado para a parte canhota do campo.

O Sport desandou desde a eliminação na Libertadores para o Palmeiras. Desavenças entre Nelsinho Baptista e Paulo Baier fizeram com que ambos deixassem a equipe e quem acabou perdendo com isso foi o torcedor do rubro-negro pernambucano, que agora acompanha seu time na lanterna do campeonato e com grandes chances de ser rebaixado.

Barueri x Sport, às 21h00 na Arena Barueri, Barueri (SP)

Barueri: Márcio; André Luiz, Leandro Castan e Xandão; Marcos Pimentel, Ralf, Ewerton, Thiago Humberto e Marcio Careca; Otacilio Neto e Val Baiano. Técnico: Diego Cerri

Sport: Magrão; César, Igor e Durval; Moacir, Andrade, Fabiano, Luciano Henrique e Elder Granja; Arce e Lincom. Técnico: Péricles Chamusca

Arbitragem: Antonio Hora Filho (RO), auxiliado por Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO) e Helberth Costa Andrade (MG)

Read Full Post »

Victor – Grêmio

Apesar da goleada por 4 a 1, não foram os atacantes tricolores que tiveram destaque, e sim o goleiro Víctor, que fechou o gol no Olímpico e foi o melhor em campo diante do Flamengo.

Nei – Atlético Paranaense

Na bela vitória por 3 a 0 sobre o Barueri, o lateral Nei mais uma vez se destacou, tanto na defesa, como no apoio ao ataque.

Réver – Grêmio

O placar diante do Flamengo pode parecer que a partida foi fácil, mas isso é um engano. O zagueiro Réver teve bastante trabalho durante a partida, e quando subiu ao ataque, marcou um belo gol.

André Dias – São Paulo

O Tricolor realmente está de volta à luta pelo título, e um dos grandes responsáveis por essa evolução é o zagueiro André Dias, que anda comandando o setor defensivo da equipe.

Júnior César – São Paulo

Depois de um período de fraco futebol, o lateral-esquerdo já vem há algumas rodadas mostrando o futebol dos tempos de Fluminense. Contra o Sport, foi o responsável pelo rápido ataque que deu a vitória ao Tricolor.

Giuliano – Internacional

O meiocampista já merecia ter aparecido na seleção da última rodada do Brasileirão, desta vez não teve erro. Mais uma vez o garoto teve bela atuação.

Boquita – Corinthians

Em um Corinthians que se recupera do desmanche, o jovem meiocampista luta para conseguir uma vaga de titular dentro da equipe de Mano Menezes. Se continuar jogando como contra o Atlético Mineiro, estará entre os onze. Anotou um golaço.

Paulo Baier – Atlético Paranaense

Incansável. O veterano jogador levou o Furacão à bela vitória diante do Barueri. Além de balançar as redes duas vezes, sofreu o pênalti que originou o terceiro gol e culminou na expulsão do goleiro Renê.

Andrézinho – Internacional

Apesar de não ser idolatrado como o argentino D’Alessandro, o meia continua mantendo uma boa sequência de partidas entre os titulares do Colorado, sendo o principal armador do time, além de um perigo constante nas cobranças de faltas.

Marcelinho Paraíba – Coritiba

O Coritiba ocupa apenas a 16ª colocação, mas se não fosse pelo experiente atacante ainda estaria na zona de rebaixamento. Em pleno Maracanã, fez dois gols e garantiu a vitória do Coxa.

Dentinho – Corinthians

Conseguiu assumir a responsabilidade no ataque e, com velocidade, infernizou a zaga do Galo. Ainda anotou o primeiro gol e desencantou o ataque do Timão.

Técnico: Ney Franco – Coritiba

O treinador saiu do Botafogo e fez sua estreia no Coritiba neste domingo. Diante do Fluminense, conseguiu somar seus primeiros três pontos sob o comando do clube e tirar o Coxa da zona de rebaixamento.

Craque da rodada

paulobaier-atletico

Paulo Baier - Atlético Paranaense

Read Full Post »

Depois de um péssimo início de Campeonato Brasileiro, quando chegou a ficar dentro da zona de rebaixamento, o Atlético Paranaense conseguiu recuperar o bom futebol sob o comando do delegado Antônio Lopes e chegou a sua quarta vitória seguida neste domingo.

Uma das grandes surpresas da competição, o caçula Barueri não contou com a maior revelação do ano Fernandinho, que teve seu contrato expirado nesta semana. Assim, o técnico Diego Cerri, substituto provisório de Estevam Soares, escalou Otacílio Neto e Val Baiano no ataque.

Com o apoio de sua torcida, o Furacão mostrou desde o início que havia entrado em campo pelos três pontos e a sua superioridade em campo demorou apenas vinte minutos para alterar o placar, com o veterano Paulo Baier. E o incansável meiocampista estava inspirado, tanto que ampliou a vantagem curitibana ainda no primeiro tempo, em mais uma de suas belas cobranças de falta.

Totalmente dominado em campo, o Barueri não assustou a torcida rival, e a derrota ficou pior no segundo tempo. Mais uma vez, Paulo Baier apareceu no ataque, desta vez para sofrer pênalti do goleiro Renê, que acabou expulso por Simon. Na cobrança, o apagado Marcinho converteu.

Por que o Atlético venceu a partida?

Em boa fase no Brasileirão, o Furacão contou com tarde inspirada de Paulo Baier, que foi responsável pelos três gols de sua equipe. Além do camisa 10, o lateral Márcio Azevedo infernizou a defesa paulista com sua velocidade. Sem o comando de Estevam Soares, o Barueri mostrou-se totalmente apático. Se continuar assim lutará para não cair.

O que o jogo muda no campeonato?

Com mais uma vitória, o Atlético Paranaense confirma sua recuperação na tabela e agora ocupa a 13ª colocação, esbanjando futebol para conseguir tranquilamente uma vaga na Copa Sulamericana. Já o Barueri continua irregular e deverá sofrer muito após a saída do técnico Estevam e da revelação Fernandinho.

Atlético Paranaense 3 x 0 Barueri

Atlético Paranaense : Neto; Nei, Manoel (Renan) e Chico; Wesley, Valencia, Rafael Miranda (Raul), Paulo Baier e Márcio Azevedo; Marcinho e Zulu (Wallyson)
Técnico: Antônio Lopes

Barueri: Renê; Leandro Castan, Daniel Marques e Xandão; Marcos Pimentel (João Vitor), Ralf, Éverton, Thiago Humberto (Flavinho) e Márcio Careca; Otacílio Neto (Márcio) e Val Baiano
Técnico: Diego Cerri

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Carlos Eugenio Simon (Fifa-RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Jose Javel Silveira (RS)
Cartões Amarelos: Manoel (Atlético-PR); Ewerton, Thiago Humberto (Barueri)
Cartão Vermelho: Renê (Barueri)

Read Full Post »

Amanhã, na Arena da Baixada, o Atlético-PR vai em busca da quarta vitória seguida e da manutenção dos 100% de aproveitamento sob o comando de Antonio Lopes.

E para conseguir essa marca, o técnico não terá medo de promover a estréia do goleiro Neto, de apenas 20 anos. Ele começa a partida porque o titular Gallato está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Outro desfalque é o zagueiro Rodolpho. Alex Mineiro, ainda sem condições físicas, também não vai para o jogo.

O furacão conta com a experiência de Paulo Baier e de Marcinho, além das subidas de qualidade do lateral-esquerdo Marcio Azevedo pra vencer o Barueri.

O time da grande São Paulo, ainda sem treinador, perdeu recentemente o posto de sensação do campeonato por causa da astronômica ascensão do Avaí. Mesmo assim, a abelha faz campanha honrosa em seu primeiro ano na Série A e ocupa a sétima posição com 28 pontos.

O interino Diego Cerri, dentro das possibilidades, pretende manter o esquema tático de Estevam Soares. Daniel Marques entra na vaga de André Luiz, suspenso. Val Baiano, recuperado de contusão, volta ao comando de ataque. Já Fernandinho, uma das grandes revelações do campeonato, teve seu contrato expirado no inicio da semana e não tem mais condições legais de defender a equipe do ABC.

Atlético-PR x Barueri, às 18h30 de domingo, na Arena da Baixada, Curitiba (PR)

Arbitragem: Carlos Eugênio Simon, auxiliado por Altemir Hausmann e José Savel Silveira, todos do RS

Atlético-PR: Neto; Manoel, Nei, Bruno Costa; Wesley, Valencia, Renan e Márcio Azevedo; Paulo Baier; Marcinho e Patrick. Técnico: Antonio Lopes

Barueri: René; Leandro Castán, Xandão e Daniel Marques; Marcos Pimentel, Ralf, Everton e Márcio Careca; Thiago Humberto; Val Baiano e Otacílio Neto. Técnico: Diego Cerri.

Read Full Post »